ARQUITETURA

Ebserh produz manuais de revestimento e sustentabilidade de hospitais

qui, 07/02/2019 - 15:08
Foto: Além dos manuais, acordo também possibilitou o incremento de novas tecnologias Foto: Além dos manuais, acordo também possibilitou o incremento de novas tecnologias

Publicação dos documentos faz parte de um acordo entre a estatal e Unops

Brasília (DF) – A Ebserh publicou, neste mês, dois documentos que normatizam e orientam a área de arquitetura dos hospitais universitários: o “Manual de Especificação de Materiais de Revestimento” e “Diretrizes de Sustentabilidade para Projetos de Arquitetura e Engenharia”. A publicação destes manuais é resultado de um Acordo de Cooperação Técnica firmado entre a Ebserh e o Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops), sendo que sua produção foi finalizada em setembro de 2018.

O Manual de Revestimento orienta as equipes de arquitetura e engenharia dos hospitais, bem como, os profissionais responsáveis por elaboração de projetos, na seleção e especificação dos materiais de revestimentos para hospitais universitários. Já o Manual de Sustentabilidade orienta futuros projetos em relação às práticas e materiais que garantam o bem-estar do usuário da edificação, o consumo sustentável, a redução de consumo de energia, de água e do impacto ambiental.

O acordo entre as instituições permitiu a troca de conhecimento. Além de possibilitar a criação de projetos para edifícios e hospitais, a Ebserh terá ainda o incremento de novas tecnologias, podendo replicá-los para projetos futuros. Segundo o gerente de projetos do Unops, Rafael Esposel, “o objetivo dos manuais é ter uma aplicação prática, facilitando os trabalhos das áreas técnicas de infraestrutura da Ebserh”. Já Claudia Valenzuela, representante do Unops no Brasil, destacou o trabalho conjunto das instituições.

Acesse os documentos.

Revestimento

O Manual de Revestimento é uma ferramenta auxiliar no processo de seleção e especificação de materiais de revestimentos, fornecendo informações básicas sobre os principais materiais utilizados no revestimento de paredes, pisos, tetos e forros, além de listar os critérios para avaliação e definição dos tipos de materiais mais apropriados para cada setor funcional.

De acordo com Pedro Moura, analista na área de arquitetura da Ebserh “o manual indica a especificação correta dos materiais para a definição do padrão de cada hospital, o que vai dar uniformidade aos ambientes e facilidade de substituição na manutenção predial e também na definição de procedimentos operacionais padrão (POPs) para higienização”, pontuou.

Para a enfermeira Bárbara Tavares, do Hospital Universitário do Universidade Federal de Santa Catarina, o documento surge em um momento oportuno. “Meu grande sofrimento hoje é a falta de padronização, que inviabiliza boa parte do trabalho da higienização e limpeza. Acredito que somente quem conhece e sabe do que realmente precisa, alcança resultados satisfatórios”, afirmou a profissional que atua no Setor de Hotelaria.

Sustentabilidade

O Manual de Sustentabilidade representa um passo inicial para a concretização de uma ferramenta a ser utilizada desde o início do planejamento de obras e da manutenção dos hospitais da Rede Ebserh.

Segundo Ludmila Fernandes, arquiteta do Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol-UFRN), as diretrizes sustentáveis para os projetos arquitetônicos e complementares servirão de norteadores para identificar, dentre as várias possibilidades de sistemas e soluções, a que seja mais viável e compatível com as especificidades locais. “Isso possibilitará obter o menor impacto ambiental e também ser mais eficiente do ponto de vista de economia e do conforto ambiental”, afirmou.

Sobre a Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Fonte
Com informações da Unops
Ebserh Sede
arquitetura