Ceará

Hospital da Rede Ebserh implanta primeiro “ouvido biônico” na unidade

sex, 26/04/2019 - 15:26

HUWC habilitou programa de implante coclear, permitindo que o SUS cubra os procedimentos realizados

Fortaleza (CE) – O Hospital Universitário Walter Cantídio, do Complexo Hospitalar da UFC/Ebserh, realizou nesta quinta-feira, 25, o primeiro implante coclear de sua história. Popularmente conhecido como “ouvido biônico”, trata-se de um equipamento eletrônico computadorizado que substitui a função do ouvido interno de pessoas com surdez total ou quase total.

A beneficiada foi a agricultora Maria Liduína de Castro Alves, 33 anos, de Capistrano, município localizado na região do Maciço Baturité, interior do Ceará.

Luciana de Castro Alves, consultora de beleza, 29 anos, conta que os primeiros sinais de que sua irmã estava perdendo a audição apareceram há 12 anos. “Dois anos depois, a perda foi brusca”, lembra. Por conta de uma série de dificuldades, Maria Liduína não conseguiu tratar o problema, que se agravou, necessitando do uso de aparelho auditivo. Entretanto, como a perda auditiva já estava em estado bastante avançado, o aparelho pouco ajudou. “Agora, com o implante, é como se ela nascesse de novo”, conta a irmã, emocionada.

De acordo com o chefe do Serviço de Otorrinolaringologista do HUWC, André Alencar Araripe Nunes, o implante estimula diretamente o nervo auditivo por meio de pequenos eletrodos. Eles são colocados na cóclea, estrutura do ouvido interno em forma de caracol que converte a energia mecânica do som em estímulos elétricos. Esses sinais, por sua vez, são levados ao cérebro pelo nervo auditivo. Marcos Rabelo de Freitas, também otorrinolaringologista e Professor da Faculdade Medicina da UFC, acrescenta que o implante coclear tem sido utilizado para restaurar a função auditiva nos pacientes portadores de surdez severa a profunda que não se beneficiam com o uso de próteses auditivas convencionais.

Ainda de acordo com os otorrinolaringologistas, além de oferecer uma melhor qualidade de vida ao paciente submetido ao implante que, em muitos casos, reaprende a ouvir e a falar. Esta habilitação do HUWC vai ajudar o Estado a dar vazão à fila de pacientes que esperam por esse tipo de procedimento e ainda será um campo rico para ensino e pesquisa, ajudando na formação de residentes médicos e multiprofissionais.

Rede Hospitalar Ebserh

Desde outubro de 2013, o HUWC - UFC faz parte da Rede Hospitalar Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Com informações do HUWC-UFC
HUWC - UFC
procedimento
inédito
coclear
ouvido
implante
huwc