Humanização

Crianças internadas desfilam com batas de times de futebol no HC-UFMG

qua, 12/06/2019 - 15:56

Camisas oficiais de times foram transformadas em batas customizadas para o ambiente hospitalar

O objetivo da ação é proporcionar um momento lúdico para os pacientes e também fazer com que se sintam mais confiantes

Belo Horizonte (MG) – Luiz Henrique da Silva, de 14, que está em tratamento no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais, administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (HC-UFMG/Ebserh), passou por cirurgia para retirada de um tumor no joelho. O diagnóstico veio depois de uma queda quando jogava futebol na escola. Mas o estudante viu seu amor ao futebol materializado em uma ação do HC. Um time mirim, formado por pacientes em tratamento na Unidade de Pediatria, desfilaram com camisas de times de futebol oficiais, que foram transformadas em batas customizadas para o ambiente hospitalar.

O garoto  falou da alegria de participar do momento de seu sonho: “ Eu estou achando muito legal, essas coisas deixam a gente feliz. Eu adoro futebol, meu sonho é ser jogador de futebol e depois que eu sair do hospital e ficar curado, se Deus quiser, vou voltar aos campos”, disse o menino que tem como ídolo o jogador Thiago Neves. “O objetivo da ação é proporcionar um momento lúdico para os pacientes e também fazer com que se sintam mais confiantes e corajosos para enfrentar o tratamento no período de internação”, ressaltou Andréa Silveira, superintendente do HC-UFMG/Ebserh. 

As camisas foram doadas pelo Instituto Palestra Itália e passarão a fazer parte do enxoval hospitalar das crianças, que poderão escolher diariamente um time diferente. Já realizada em outros países, a ação contribui para redução do estresse e faz com que os pequenos percebam a experiência hospitalar como algo menos estressante, auxiliando na recuperação.

Com os nomes dos ídolos grafados, as batas personalizadas poderão substituir o enxoval utilizado no dia a dia nas enfermarias. A instituição recebeu a doação de aproximadamente 77 camisetas, de times consagrados do futebol brasileiro e internacional, como o Cruzeiro, Atlético Mineiro, Grêmio, Flamengo, São Paulo, Fenerbahce, San Lorenzo, dentre outros.

A Unidade Pediatria do HC-UFMG/Ebserh é composta pela Unidade de Internação Conjunta, com 52 leitos, e pelo CTI Pediátrico, com 10 leitos.  A faixa etária dos pacientes é de 0 a 17 anos e todos são acompanhados por um de seus pais ou responsável.  É o caso de Carla Reis, mãe da paciente Maria Luiza. “Só de ver a Maria Luiza feliz eu também fico muito feliz. [A ação] distrai a cabeça dela. Toda vez que tem uma coisa diferente no hospital, ela adora. Ela estava mais fechada, mas depois dessa ação fez até novos amigos” ressalta.

Referência em Minas Gerais, a assistência prestada na Unidade abrange doenças de alta complexidade (leucemias, insuficiência renal crônica, fibrose cística, cardiopatias e outras) muitas delas raras que demandam um longo período de hospitalização e constantes reinternações.

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

O Hospital de Clínicas faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde outubro de 2014. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Com informações do HC-UFMG
HC - UFMG
batas
time de futebol
desfile
hc-ufmg
humanização