Notícias Notícias

Voltar

Hospital das Clínicas volta a oferecer residência em Transplante de Medula Óssea

Formação

Hospital das Clínicas volta a oferecer residência em Transplante de Medula Óssea

É a única residência do tipo em Minas Gerais; carga horária é de 60h semanais e o pré-requisito é a residência médica em Hematologia

O Hospital das Clínicas da UFMG, administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), referência em transplante de medula óssea, voltou a oferecer o Programa de Residência em Transplante de Medula Óssea, credenciado pelo Ministério da Educação, para médicos interessados em atuar na área. É a única residência do tipo em Minas Gerais. A médica Aline Bussinger Maciel é a primeira residente da nova fase, que teve início em 1º de março deste ano.

Com duração de 1 ano, o programa, que estava parado desde 2011, foi reformulado para oferecer uma formação mais completa e abrangente. Durante o curso, o aluno vai aspectos gerais do transplante de medula óssea, tanto em relação ao alogênico quanto ao autólogo, participar das reuniões do serviço e discussão de casos diários, interpretação de exames de compatibilidade e processamento celular. A carga horária é 60h semanais e o pré-requisito é residência em Hematologia.

“O objetivo é estimular e desenvolver no residente a capacidade de dominar todos os processos relativos ao transplante, desde o pré-transplante ao pós-transplante, para que ele saia do HC com know-how suficiente para exercer a função de transplantador em qualquer lugar do mundo”, afirmou o chefe do serviço de Transplante de Medula Óssea, o médico Antonio Vaz de Macedo.

Segundo ele, faltam profissionais capacitados no mercado. No último concurso do HC-UFMG, das quatro vagas oferecidas, apenas duas foram preenchidas. “O HC tem transplantado casos cada vez mais complexos e são poucos os médicos formados com experiência nessa área. Ao retomar essa residência, o hospital volta a estimular essa formação específica. A gente espera que o residente contribua com o crescimento do serviço e estimulem outros profissionais a entrarem nessa área”, completou. A previsão é que o próximo edital seja lançado no segundo semestre de 2018.

Sobre a Ebserh

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação, administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nos 50 hospitais que integram a rede. Além disso, atua em conjunto com as universidades federais para a gestão de seus respectivos hospitais.