Hospital de Clínicas

da Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Comitê de Estudo da Mortalidade Fetal e Infantil Comitê de Estudo da Mortalidade Fetal e Infantil

Portaria de criação

Portaria n.º 77, de 3 de junho de 2016
O Superintendente do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, no uso de sua competência que lhe foi subdelegada pela Portaria n.º 23, de 26 de abril de 2013, do Presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – Ebserh -, resolve:


Art. 1.º Designar Eliene Machado Freitas Felix, Vice Diretora Clínica e Responsável pela Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica; Marina Carvalho Paschoini, responsável pelo Serviço de Medicina Fetal e Gestação de Alto Risco e Chefe da Unidade Materno-Infantil; Claudienne Oliveira Almeida, Responsável pela Unidade Berçário; Fausto Luis de Oliveira, Médico da Enfermaria de Pediatria; Ivonete Helena Rocha, Chefe da Unidade de Regulação Assistencial; Mara Danielle Felipe P. Rodrigues, Responsável pelo Serviço de Enfermagem da Ginecologia, Obstetrícia; Ana Paula Fialho, Responsável pelo Serviço de Enfermagem da unidade de Terapia Intensiva Pediátrica; Dayana Freitas, Responsável pelo Serviço de Enfermagem da Unidade de Pediatria; Fabiana Fernandes Rego Soares, Responsável pelo Serviço de Enfermagem da Unidade de Cuidados Intermediários (Berçário); Cristina da Cunha Hueb Barata de Oliveira, Chefe do Setor de Vigilância em Saúde, Luciana Silva Bessa, representante do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Ana Paula Correa Gomes, secretária desta comissão, para comporem, sob a presidência da primeira servidora e vice-presidência da segunda servidora, o Comitê de Estudo da Mortalidade Fetal e Infantil do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro.


Art. 2.º Também integram esta Comissão um representante do Alojamento Conjunto, um médico residente de Ginecologia e Obstetrícia (R3 – estágio Medicina Fetal) um médico residente da subespecialidade Medicina Intensiva Pediátrica; um médico residente da pediatria (R2 – estágio enfermaria) e, um aluno do curso de graduação, indicado pela Gerência de Ensino e Pesquisa.


Art. 3.º Na impossibilidade de comparecimento às reuniões, os membros deverão indicar um substituto para representá-los.


Art. 4.º Esta Portaria entra em vigor na data de sua assinatura e altera a Portaria n.º 118, de 31 de agosto de 2015.

 


Luiz Antônio Pertili Rodrigues de Resende

 


Publicada no Boletim de Serviço HC-UFTM/Filial Ebserh n.º 85, de 7 de junho de 2016, p.5