Notícias Notícias

Voltar

HU-FURG realiza ação pelo Dia Mundial de Higiene de Mãos

Conscientização

HU-FURG realiza ação pelo Dia Mundial de Higiene de Mãos

Simulação de higienização das mãos sensibiliza trabalhadores, acadêmicos e usuários

Aproveitando que 05 de maio é o Dia Mundial de Higiene de Mãos, a Unidade de Websaúde em parceria com o Setor de Vigilância e Segurança do Paciente e a Comissão de Controle de Infecção Hospital realizaram ações de conscientização para usuários, profissionais e acadêmicos. As atividades foram desenvolvidas, das 9h às 17h, na Portaria Central, entrada pela Rua General Canabarro, do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. da Universidade Federal do Rio Grande (HU-FURG), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). A atividade, relacionada ao projeto de extensão ‘Higiene de mãos: um ato necessário’, “objetiva sensibilizar a comunidade científica e em geral sobre a importância da higiene de mãos com vistas à redução das infecções/ internações e doenças, incentivo à segurança do paciente e promoção da saúde”, ressaltou a chefe da Unidade de Websaúde Edaiane Barros.

A atividade consistiu em um exercício prático, usando a Caixa da Verdade – um caixote com luz negra dentro e com aberturas laterais para colocar as mãos e, na parte superior, para observação. Durante a dinâmica, os trabalhadores, usuários e acadêmicos foram orientados a realizar a higienização simples das mãos, como normalmente o fazem, não utilizando água e sabão, mas uma solução de álcool 70% e Luminol – produto que, quando exposto à luz negra, ilumina as áreas atingidas. Com a prática, foi possível perceber as falhas na higienização, pois as regiões não iluminadas representam as não higienizadas. Segundo os coordenadores da dinâmica, os resultados são positivos e educativos, uma vez que o exercício mostra claramente que a adequada higienização das mãos é um ato necessário no cuidado humano e incentiva os participantes aaperfeiçoarem a execução do ato.

A higienização das mãos, de acordo com a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), é a medida mais importante, reconhecida há muitos anos e que visa a segurança do paciente, dos profissionais de saúde e de todos aqueles envolvidos no cuidado aos pacientes. E, de acordo com o material explicativo do projeto de extensão, a higienização das mãos tem como finalidade a remoção de sujidade, suor, oleosidade, pelos, células descamativas e da microbiota da pele, interrompendo a transmissão de infecções veiculadas ao contato, bem como, a prevenção e redução das infecções causadas pelas transmissões cruzadas. Assim, é fundamental que todos os profissionais da saúde adotem essa prática e a executem de maneira efetiva.