Hospital Universitário da UFGD - HU-UFGD

Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

Ações e Programas Ações e Programas

Imagenologia Imagenologia

Acesso à informação - Acesso à informação - Ações e programas - Imagenologia

O Setor de Imagem atende usuários externos, esses com agendamento realizado pela rede municipal de saúde. Para atendimento aos pacientes internados o setor trabalha com sistema de plantões 24 horas, ininterruptamente.

Quando da solicitação do exame pelo profissional médico o paciente receberá orientações a respeito do procedimento a qual será submetido e dos seus riscos e complicações.

No agendamento ou antes da realização do procedimento, o paciente assinará o termo de consentimento.

 

Documentos necessários para acessar o serviço:

  • RG;
  • Cartão SUS;
  • Ficha de encaminhamento ou pedido carimbado e assinado pelo médico;
  • Documento fornecido pela Central de Regulação – SISREG com horário e data do agendamento do exame;
  • Exames solicitados pelo médico.

No caso de exames que necessitam antecipadamente de preparo, o médico passará ao paciente, no ato do agendamento do exame, os procedimentos e as informações necessárias para a realização. Nesses casos, o paciente deverá vir acompanhado.

 

Horários de atendimento:

Segunda a sexta-feira, das 6h às 18h

Telefone: (67) 3410-3000 – Ramal 3176

 

São os tipos de exames ofertados:

1. Endoscopia digestiva, endoscopia digestiva alta e colonoscopia/retossigmoidoscopia

São exames realizados com sedação e anestesia tópica, para evitar desconforto durante o procedimento, sendo estudados através do endoscópio o esôfago, o estômago e o duodeno.

O exame tem duração variável, dependendo de cada paciente e do tipo de patologia encontrada. Podem ser realizadas biópsias do estômago durante o exame, assim como a retirada de pequenos tumores, esclerose de hemorragias e outros procedimentos. Raramente podem ocorrer complicações devido à sedação ou procedimentos terapêuticos realizados.

Após a realização do exame, o paciente permanece em repouso, por uma hora para recuperação da sedação.

O laudo será entregue em até 3 dias e o resultado da biópsia em 15 dias, poiso material coletado é enviado para análise histopatológica.

 

2. Exames de imagem

Os laudos dos exames de imagem serão entregue após 3 dias úteis, exceto os exames de ultrassonografia que poderão ser entregues logo após a realização, devendo o usuário aguardar a confecção do laudo por cerca de 30 minutos.

Se o paciente for morador de outro município o exame deverá ser agendado na unidade de saúde mais próxima de sua residência.

 

3. Raios X simples e RX contrastados

São realizados exames radiográficos simples, que registram imagens dos ossos, demonstrando, por exemplo, fraturas, doenças degenerativas e tumores ósseos; e imagens de órgãos e estruturas internas.

E também são realizados exames de RX com uso de contraste iodado e com uso de contraste baritado, chamados de exames contrastados. Os exames contrastados são realizados através de fluoroscopia e com intensificador de imagem. A fluoroscopia possibilita ver os órgãos internos em movimento e o meio de contraste no seu interior, facilitando a detecção de patologias nestes órgãos. São procedimentos pouco invasivos, com raras complicações.

Dependendo do órgão onde será realizado o exame, é necessário que o paciente se dispa de roupas e acessórios que possam bloquear a passagem dos raios e interferir na precisão do exame. Pacientes grávidas devem informar seu estado para o técnico de radiologia.

 

4. Tomografia computadorizada

Trata-se de um exame rápido e indolor. O paciente deita-se em uma mesa móvel, que se desloca para o interior de um arco que emitirá RX, detectando as várias densidades dos órgãos examinados em “fatias” e os reconstruindo em imagens que são enviadas a um computador. Para um bom resultado o paciente deverá permanecer imóvel e seguir as orientações que são fornecidas pelo técnico no decorrer do exame, pois os movimentos podem gerar artefatos que prejudicam a interpretação das imagens.

Durante todo o exame a equipe estará em contato visual e verbal com o paciente. A duração do exame varia de 5 a 15 minutos, aproximadamente, dependendo da área estudada.

A maioria dos exames de tomografia computadorizada são realizados com o uso do meio de contraste, uma substância à base de iodo, que melhora a visualização das estruturas anatômicas e a detecção de anormalidades. O contraste é administrado por via endovenosa, mas pode ser também administrado por via oral, caso necessário, e mais raramente até por via retal.

Alguns sintomas imediatos como gosto metálico e sensação de calor são comuns após a administração do meio de contraste, mas passam rapidamente. A equipe de enfermagem está sempre disponível para prestar todos os esclarecimentos necessários para a realização do exame com segurança.

Importante: O paciente deverá preencher um questionário para que seja detectado aqueles com história prévia de alergia ao iodo, asma e outras alergias graves e, também, contra-indicações ao uso do meio de contraste, como algumas doenças renais e uso de medicamentos para diabetes como Metformina. Tais informações devem ser repassadas via questionário ou pessoalmente à equipe de enfermagem, que irá solicitar a suspensão temporária do medicamento.

A sedação não é freqüente na realização do exame de tomografia. É utilizada em casos específicos como o de crianças muito novas e pacientes agitados.

 

5. Ultrassonografia e ecocardiografia

As imagens por ultrassonografia baseiam-se na exposição de partes do corpo a ondas acústicas de alta freqüência para produzir imagens em um computador. O procedimento não utiliza radiação ionizante e as imagens são produzidas em tempo real mostrando o movimento dos órgãos internos do corpo, como também o sangue que flui pelos vasos, permitindo o estudo de estruturas como o coração, no caso da ecocardiografia.

É, também, uma boa ferramenta para guiar procedimentos invasivos, como por exemplo, biópsias da tireóide, do fígado e das mamas.

Entretanto, as ondas sonoras não atravessam o ar, por isso, em casos de ultrassom abdominal, é necessário realizar preparo com medicamentos que diminuem gases e também jejum por pelo menos 4 horas antes do exame.

 

6. Eletroencefalograma (EEG)

O EEG é um exame que analisa a atividade elétrica cerebral espontânea, captada através da utilização de eletrodos colocados sobre o couro cabeludo, usando uma pasta eletrocondutora que, além de fixar os eletrodos, permite a aquisição adequada dos sinais elétricos que constituem a atividade elétrica cerebral.

Como a atividade elétrica cerebral está presente desde o nascimento, o EEG pode ser útil em pacientes de todas as idades, desde recém-nascidos a idosos.

O objetivo desse exame é obter o registro da atividade elétrica cerebral para o diagnóstico de eventuais anormalidades.

O exame de eletroencefalograma é realizado pelo técnico de enfermagem com treinamento específico, e demora em média 30 minutos por paciente. É agendado pela central de marcação, sendo quatro pacientes a partir das sete horas e quatro pacientes a partir das doze e trinta horas, também sendo realizado em pacientes internos.

O paciente deverá chegar à unidade 30 minutos antes e se apresentar na recepção do ambulatório I com os documentos necessários para realizar o exame. Deverá estar alimentado; o cabelo deve estar limpo (lavar no dia anterior com sabão de côco) e sem creme e/ou oleosidade; não deve suspender a medicação de rotina (trazer o nome das medicações em uso) e deve trazer toalha e shampoo, para lavar o cabelo ao término do exame.

Em crianças menores de quatro anos, o exame poderá ser realizado em sedação. A criança deverá vir com sono e se estiver com sinais e sintomas de gripe a mãe deverá ligar com antecedência para remarcar o exame. Pacientes agitados/agressivos devem vir medicados a fim de que a condição do paciente não interfira na realização do exame.

A realização de exames em pacientes internados deve ser agendada um dia antes pelo ramal 3172. O paciente deverá vir com a cabeça limpa sem cremes e/ou oleosidades, deve vir medicados com fármacos de rotina e alimentado. Em caso de crianças, a unidade responsável deverá encaminhar o paciente já sedado, Pacientes agitados/agressivos devem vir medicados a fim de que a condição do paciente não interfira na realização do exame.