Notícias Notícias

Voltar

Novo protocolo garante cirurgias mais seguras

SEGURANÇA

Novo protocolo garante cirurgias mais seguras

Projeto segue recomendações do Ministério da Saúde e ANVISA

Foi implantado no Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora o Protocolo de Cirurgia Segura, ação que tem como objetivo possibilitar a ampliação da segurança em procedimentos, determinando medidas a serem adotadas para reduzir a ocorrência de incidentes, eventos adversos e mortalidade cirúrgica.

Esse projeto faz parte das demandas do Setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente do HU-UFJF/EBSERH, atendendo as recomendações do Plano Diretor Estratégico (PDE), do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), de acordo com a Política Nacional de Segurança do Paciente, instituído pela Portaria MS nº529 de 01/04/2013.

A mudança se dará através do uso da Lista de Verificação de Cirurgia Segura (Checklist) em duas etapas: primeiramente no momento pré-operatório, que deverá ser preenchido na Enfermaria pelo Técnico em Enfermagem e assinado pelo Enfermeiro do Setor. A segunda etapa se divide em três fases (antes da indução anestésica, antes da incisão cirúrgica e antes do paciente sair da sala de cirurgia) que serão conduzidas pelo circulante da sala.

O protocolo será aplicado em todas as áreas do HU-UFJF em que sejam realizados procedimentos que impliquem em incisão no corpo humano ou em introdução de equipamentos endoscópicos, dentro ou fora do centro cirúrgico.

 

Saiba mais sobre a Ebserh

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação, administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas. O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

 

Bolsista: Vitória Gonçalves