Notícias Notícias

Voltar

HU-UFPI adquire equipamento único no Piauí

MIcroscopio

HU-UFPI adquire equipamento único no Piauí

O microscópio modelo Pentero traz qualidade e segurança aos procedimentos na área de neurocirurgia.

Os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) ganharam mais um aliado à qualidade da assistência prestada pelo Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI). O Hospital adquiriu, no mês de junho, um microscópio “Zeiss”, modelo Pentero, sendo o primeiro centro de saúde do Piauí a contar com o equipamento.

 

Os benefícios oriundos da utilização do aparelho são reconhecidos mundialmente. O equipamento permite a realização de cirurgias de alta complexidade na área de neurocirurgia equivalentes ao que se realizada nos grandes centros do mundo, como Estados Unidos e Europa. “O uso do aparelho melhora a qualidade do procedimento cirúrgico e diminui a possibilidade de ocorrência de complicações”, explica Dr. Maurício Giraldi, Neurocirurgião e Chefe da Unidade Neuromuscular do HU-UFPI.

 

A retirada de tumores cerebrais e aneurismas do cérebro e da coluna é feita com maior segurança e conferindo qualidade técnica ao procedimento. “A equipe cirúrgica age com maior segurança durante o procedimento”, garante Giraldi.

 

O primeiro procedimento cirúrgico realizado no HU-UFPI com o microscópio modelo Pentero aconteceu no dia 29 de junho, quando os neurocirurgiões Marcílio Diogo Barbosa e Marcos Vinícius Santos realizaram cirurgia para tratamento de uma hérnia de disco cervical.

 

Maurício Giraldi explica que a aquisição do equipamento também tem reflexos positivos para as atividades de ensino desenvolvidas no âmbito do HU-UFPI. “Sendo o HU um hospital escola, não podemos perder de vista o objetivo de propiciar aos estudantes um ensino de qualidade, que é, sem dúvidas, um referencial no Estado. As cirurgias realizadas com o novo equipamento podem ser assistidas em sala de videoconferência, o que mostra que a expansão do conhecimento por meio da tecnologia é mais um aspecto positivo que estamos vivenciando”, afirma o Neurocirurgião.

 

O equipamento custou R$ 700 mil e foi comprado com recursos da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. Em parceria com as universidades, a Ebserh objetiva aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.