Nossa História Nossa História

Sobre o HU-UFS

NOSSA HISTÓRIA

O HU-UFS

O Hospital Universitário (HU) é, desde 1984, um campus da Universidade Federal de Sergipe (UFS), funcionando como centro hospitalar dedicado à assistência, docência e investigação no âmbito das Ciências da Saúde. É totalmente integrado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, o HU-UFS ocupa um espaço de referência e excelência, em Sergipe, na prestação de assistência médico-hospitalar de média e alta complexidade.

HISTÓRIA

Em 1962, a recém-fundada Faculdade de Ciências Médicas de Sergipe firmou convênio com a Fundação de Beneficência Hospital de Cirurgia (FBHC), passando a oferecer o ensino de Medicina em sua plenitude prática, nas áreas ambulatoriais e hospitalares. A parceria perdurou por quase duas décadas.

Em 1984, o Ministério da Saúde e a UFS assinaram termo de convênio para transformar o antigo Hospital Sanatório de Aracaju em Hospital Universitário. O prédio e todo o terreno de pouco mais de cinco hectares foram doados pelo governo de Sergipe por meio da Lei Estadual 2769, de 21 de dezembro de 1989. Desde aquele ano, a trajetória do HU-UFS tem sido de contínua evolução, com as dificuldades e desafios próprios de um grande hospital.

O Hospital Sanatório de Aracaju na década de 1950. Fonte: biblioteca.ibge.gov.br

Entre 1996 e 1999 foi realizada a primeira ampliação e modernização das antigas instalações, passando a contemplar os serviços de laboratório, Unidade de Imagens e Métodos Gráficos (UIMG) e ambulatório.

No final de 2004 começou a vigorar o primeiro contrato com o Município de Aracaju, marco da integração do HU-UFS à rede do SUS. Naquele momento, o hospital já oferecia videocirurgias e mantinha a sua Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em pleno funcionamento.

Nos anos de 2006 e 2007, nova ampliação deu lugar a importantes conquistas: o térreo do Anexo Hospitalar, com a UIMG; a reestruturação dos laboratórios de análise clínica e anatomia patológica; e o Ambulatório de Especialidades Alexandre Mendes, com a alocação do Centro de Pesquisas Biomédicas e do Centro de Reabilitação em Hanseníase. O HU-UFS, então, integra ao seu rol de especialidades médicas áreas como nutrição, psicologia, odontologia, fonoaudiologia e fisioterapia. Em 2008, o hospital duplicou a sua quantidade de leitos, passando a oferecer mais de cem unidades.

O Hospital Sanatório de Aracaju na década de 1950. Fonte: biblioteca.ibge.gov.br

Em 2010, com a obesidade alcançando proporções epidêmicas em Sergipe, no Brasil e no mundo, o HU-UFS inaugura a sua unidade de assistência de alta complexidade ao paciente portador de obesidade grave. No mês de junho de 2017, foi realizada a 100a cirurgia bariátrica, por videolaparoscopia, marco do trabalho incessante de uma equipe multidisciplinar única no estado.

Ebserh

Em 2013, a UFS e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) firmam contrato para a transferência da administração do HU, no âmbito do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF). O HU-UFS passa a ser a nona filial da Ebserh, que inicia uma gestão pujante em relação a todas as áreas do hospital. É o preâmbulo de um novo desafio: criar condições materiais e institucionais a fim de que o HU possa desempenhar as suas funções concernentes ao ensino, à pesquisa, extensão e assistência à saúde dos cidadãos. Nesse mesmo ano, o HU evoluiu para a fase II do programa de triagem neonatal, acompanhamento e tratamento de doenças falciformes e outras hemoglobinopatias. Atualmente, é o único em Sergipe habilitado na fase IV do programa (doenças raras).

Em abril de 2016, o HU-UFS torna-se habilitado para a atenção especializada às pessoas com deficiência auditiva; em pouco mais de um ano, o hospital já realizou 14 implantes cocleares. Mais tarde, em dezembro, o HU passa a ser habilitado, também, para os procedimentos de vasectomia.

Na atualidade, a estrutura hospitalar abriga nas suas dependências as enfermarias de Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Pediatria, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Centro Cirúrgico. Diversos cursos de graduação, pós-graduação e residência médica e multiprofissional utilizam as instalações do hospital-escola para o desenvolvimento de práticas e pesquisas inovadoras. Ademais, crescem dia após dia as obras do novo Anexo Hospitalar e da Unidade Materno Infantil, centros modernos que simbolizam o compromisso do HU-UFS com a evolução constante dos serviços. 

 A vida diária do HU-UFS acontece em vários setores: laboratório de análises clínicas; serviço de nutrição e dietética; farmácia; central de processamento de roupas hospitalares; unidade hemotransfusional; unidade de anatomia patológica; núcleo de processamento de dados; centro de ciências biológicas e da saúde; administração; unidade de imagem, métodos gráficos e diagnóstico; e governança. Há centenas de atividades que complementam e fazem possível a atenção à saúde, com todo um leque de profissionais multidisciplinares. Detrás do especialista médico mais qualificado estão, entre outros, os estudantes, a enfermaria, o pessoal de apoio administrativo e serviços gerais, e os engenheiros, todos com o objetivo de conseguir que o paciente obtenha um atendimento ótimo. Quando o usuário resolve o seu problema de saúde da melhor forma possível, beneficiam-se também a sua família e a sociedade de que faz parte.

LINHA DO TEMPO

1962: iniciam-se as atividades de hospital-escola da Faculdade de Medicina de Sergipe na Fundação de Beneficência Hospital de Cirurgia.

1984: o antigo Hospital Sanatório de Aracaju (HSA) transforma-se, formalmente, em Hospital Universitário.

1989: o governo do estado de Sergipe doa à UFS toda a propriedade do HSA.

1996-1999: primeira grande reforma. Serviços de laboratório, UIMG e ambulatório.

2004: convênio com o Município de Aracaju, integrando-se oficialmente ao SUS.

2006-2007: segunda grande reforma. Reestruturação dos espaços existentes e ampliação dos serviços oferecidos.

2009: o HU torna-se habilitado em cuidados prolongados para enfermidades pneumonológicas, decorrentes da AIDS e causas externas.

2010: inaugurada a unidade de assistência de alta complexidade ao paciente portador de obesidade grave.

2013: a UFS transfere a gestão do HU à Ebserh.

2016: o HU torna-se habilitado para transplantes cocleares e vasectomia.

2017: realizada a 100ª cirurgia bariátrica. As obras de construção do novo anexo e do materno-infantil alcançam etapas avançadas.

DIRETORIA/SUPERINTENDÊNCIA

1984-1986: Prof. Dr. Reginaldo de Oliveira Silva (diretor)

1986-1989: Prof. Dr. Nestor Piva (diretor)

1989-1992: Prof. Dr. José Calumby Filho (diretor)

1992-1996: Prof. Dr. Osman Calixto Silva (diretor)

1996-1998: Prof. Dr. Antonio Fernando Dantas Maynard (diretor)

1998-2000: Prof. Dr. Ricardo Queiroz Gurgel (diretor)

2000-2004: Prof. Dr. Henrique Batista Silva (diretor)

2004-2013: Profa. Dra. Angela Maria da Silva (diretora)

2013-presente: Profa. Dra. Angela Maria da Silva (superintendente)