Notícias Notícias

Voltar

Ampliação traz melhorias para funcionários, estudantes e pacientes

CONFORTO

Ampliação traz melhorias para funcionários, estudantes e pacientes

Novas salas fornecem estrutura para capacitar profissionais de saúde em seus campos práticos.

Pacientes do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS), filial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estão sendo atendidos com mais conforto, isso depois que o Ambulatório Alexandre Mendes, no Campus da Saúde da UFS, recebeu 13 novas salas, sendo dois consultórios comuns, uma sala de reuniões e dez compartimentos voltados especificamente à Clínica Saúde do Adulto.

A inauguração ocorreu em dezembro último, com as presenças do então ministro da Educação, Rossieli Soares; do então presidente da Ebserh, Kleber Morais, e demais autoridades envolvidas. O espaço está funcionando com diversas especialidades.

Para a superintendente do HU-UFS, Angela Silva, a inauguração representa um esforço de gestão para aprimorar a produtividade do hospital. “Tudo foi realizado com responsabilidade social, transparência, dentro dos princípios da boa prestação de contas, e pensando-se ainda no fortalecimento da área de ensino e pesquisa, tão importante para a retroalimentação do Sistema Único de Saúde (SUS)”, afirmou.

A superintendente ressalta que as novas salas fornecem estrutura para capacitar profissionais de saúde em seus campos práticos, fazendo com que o Hospital Universitário devolva à população serviços de atenção à saúde fundamentais.

“Sem dúvida, a nova estrutura proporciona maior qualidade ao atendimento e melhorias significativas para os pacientes. Agradeço a instituições e agentes públicos que foram essenciais para a concretização das obras, como o Ministério da Educação, a própria Ebserh, a Reitoria da UFS e parlamentares sergipanos ligados a esta causa”, comentou.

Os projetos das obras foram conduzidos pela Divisão de Logística e Infraestrutura Hospitalar do HU-UFS, que tem no comando o gestor Eraldo Oliveira.

Encaminhamento

Para usufruir dos novos espaços, o paciente precisa ser encaminhado via regulação por um posto de saúde. Outra possibilidade é a interconsulta, ou seja, quando o indivíduo já é paciente do HU e o seu médico verifica a necessidade de encaminhamento a um profissional de outra especialidade.

A enfermeira Tamara Olímpio, que atende no consultório de enfermagem implantado nas novas salas, explica que a obra trouxe benefícios para todos os públicos. “As salas atendem a uma demanda antiga por espaço, principalmente para a graduação de Medicina. Agora, com salas e corredores climatizados, compartimentos para a guarda de material, quadro branco, assentos para todos, maior privacidade para o paciente, enfim, um maior conforto, melhoram a qualidade do atendimento e a satisfação do paciente”, destaca.

Ela explica que a consulta de enfermagem no novo ambiente já começou a trazer resultados. “Trabalhamos a questão do cuidado, prestamos algumas orientações ao paciente, principalmente aqueles com doenças crônicas e fazemos também a consulta do pré-operatório. É um trabalho multiprofissional necessário para que o paciente tenha um atendimento completo”, detalha.

A aposentada Maria José Santos reforça as palavras da enfermeira. Em uma consulta de enfermagem, ela foi encaminhada ao Programa de Atenção ao Controle de Tabagismo, que funciona no HU-UFS. “Estou muito satisfeita com o atendimento, com o conforto, a enfermeira é ótima. O que eu mais quero hoje é deixar o cigarro, que causa muitas doenças em nosso organismo, acaba com a nossa saúde. Estou com muita esperança”, afirmou a aposentada.

Atualmente, as principais especialidades oferecidas nas novas salas são Clínica Médica; Hematologia; Cardiologia; Infectologia; Neurologia; Nefrologia; Dermatologia; Alergia/Imunologia e Endocrinologia, lembrando que o Hospital Universitário de Sergipe não é porta aberta, ou seja, o atendimento não é imediato. O paciente chega ao hospital via regulação.

Sobre a Ebserh

Desde outubro de 2013, o HU-UFS é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo da Rede Ebserh é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Por Andreza Azevedo

Imagens: