Notícias Notícias

Voltar

Nova turma garante mais um passo para ambiente 100% livre de cigarro

Combate ao fumo

Nova turma garante mais um passo para ambiente 100% livre de cigarro

Núcleo de combate ao tabagismo pretende abrir mais uma turma em fevereiro

“Estamos caminhando para um HU livre de cigarro”. A previsão é da professora Leila Steidle, pneumologista que coordenou mais um grupo de cessação do tabagismo, com participação de profissionais das áreas de Medicina, Farmácia, Enfermagem e estudantes de gradução de Medicina, dentro das atividades do Núcleo de Estudos e Tratamento do Tabagismo (Net-tab).

Foram realizadas consultas médicas individuais, com entrevista para os tabagistas escolherem o dia D para cessarem o consumo de cigarro e similares e, durante quatro encontros semanais, de novembro a dezembro, os inscritos no programa aprenderam técnicas de mudança comportamental sobre o tabagismo.

Leila Steidle disse, ainda que os participantes do grupo receberam suporte medicamentoso quando necessário, além de receberem terapias específicas de ajuda no combate ao tabagismo, que é considerada uma doença.

O Núcleo de Estudos e Tratamento do Tabagismo, que é um projeto de extensão que existe desde 2014, realiza, regularmente, busca ativa com posterior abordagem e tratamento medicamentoso do paciente tabagista hospitalizado com a distribuição de cartilhas educativas, com esclarecimentos relacionados aos malefícios do tabaco e benefícios da interrupção.

De acordo com acoordenadora do NET-Tab, o número de fumantes vem caindo ao longo dos anos, principalmente devido às políticas públicas de combate ao tabagismo mas ainda existem muitos casos de doenças associados ao hábito de fumar, como câncer de pulmão, enfisema pulmonar e doenças cardiovasculares.

“Quem fuma tem 25% a mais de chances de um ataque cardíaco em relação a quem não fuma”, exemplifica a professora.