DivGP DivGP

Voltar

Profissionais do HU fazem curso para atendimento a vítimas de parada cardiorrespiratória

Ensino e Pesquisa

Profissionais do HU fazem curso para atendimento a vítimas de parada cardiorrespiratória

Curso teve parte teórica e parte prática, que consistiu em simulação de atendimento para socorrer vítima

Quem passou em frente à Clínica Médica I do Hospital Universitário Professor Polydoro Ernani de São Thiago (HU-UFSC) na semana passada se surpreendeu com o caso de uma vítima de parada cardiorrespiratória, com atendimento imediato de uma equipe multidisciplinar preparada para atendido nestas situações. Clique aqui e veja o álbum de fotos da simulação.

Esta situação, na verdade, foi uma encenação feita por membros da Liga Acadêmica de Enfermagem Pré-Hospitalar e Emergência (Laepe), juntamente com representantes do Samu, que estiveram no hospital neste dia para a parte prática de um Curso Avançado de Suporte à Vida em Cardiologia (ACLS na sigla em inglês), promovido pelo HU, por meio da Gerência de Ensino e Pesquisa (GEP), com a Coordenadora de Divisão de Apoio Terapêutico.

A encenação, muito realista, consiste em aplicar técnicas e procedimentos ensinados durante o curso. Os participantes do curso deveriam prestar socorro imediato, garantindo a integridade da vítima e adotando os procedimentos técnicos em cada caso, considerando o tempo padrão para estas atividades, que eram acompanhados por profissionais especializados.

A chefe do setor de Ensino e Extensão da GEP, Nádia Chiodelli Salum, explicou que este curso foi oferecido a partir de uma demanda de capacitação das Unidades de Internação do HU.

“Para esta capacitação, foi feito contato com o instrutor André Ricardo Moreira, servidor do HU e integrante da equipe do Serviço de Atendimento Móvel (Samu), para realizar a parte teórico-prática”, explicou a GEP, acrescentando que, na capacitação, além da teoria, foram vivenciadas as situações de simulação.

O curso consiste numa programação que inclui reconhecimento e tratamento precoce de condições de uma parada cardíaca, manuseio da via área, farmacologia relacionada, comunicação eficiante no papel de membro e líder de uma time de ressuscitação, entre outros.

A diretora de comunicação da Liga Acadêmica de Enfermagem Pré-Hospitalar e Emergência, Athena Parrela, explicou que este tipo de treinamento, com simulação que envolve até uso de sangue cenográfico e pessoas treinadas para agirem como atores (a vítima, o acompanhante, parte da equipe de socorro, entre outros) faz parte de uma série de atividades da liga, um projeto de extensão da professora Keyla Nascimento.

“Já realizamos treinamento juntamente com equipes aqui do HU e de várias instituições de Santa Catarina, como o Detran/Rede Vida e até empresas do Estado que pedem o treinamento para seus trabalhadores”, disse Athena, que representou o papel de acompanhante na simulação realizada na Clínica Médica.

Sobre a Ebserh

Desde março de 2016, o HU-UFSC faz parte da Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde - SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

Criada em dezembro de 2011, a empresa administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

 

 

Clique aqui e veja o álbum de fotos da simulação