Notícias Notícias

Voltar

Huab realiza I Seminário Temático: Métodos de Alívio da Dor no Trabalho de Parto

Alívio da Dor

Huab realiza I Seminário Temático: Métodos de Alívio da Dor no Trabalho de Parto

Repercussões e Desafios para a Saúde Materno Infantil com estudo do alívio da dor

Nos dias 14 e 15 de dezembro acontecerá o I Seminário Temático do HUAB, tratando de métodos de alívio da dor no trabalho de parto. As atividades serão realizadas no anfiteatro da FACISA, em Santa Cruz.

No Brasil há cerca de 3 milhões de nascimentos no ano, envolvendo quase 6 milhões de pessoas, ou seja, mães e seus recém-nascidos, sedo que 98% destes, ocorrem em ambientes hospitalares. O nascimento no ambiente hospitalar se caracteriza pela adoção de várias tecnologias e procedimentos com o objetivo de torná-lo mais seguro para o concepto e sua mãe. O fato é que os avanços da obstetrícia contribuíram com a melhoria dos indicadores de morbidade e mortalidade materna e perinatais em todo o mundo. Porém as mulheres e recém-nascidos são expostos a altas taxas de intervenções, como a episiotomia, o uso de ocitocina, a cesariana, aspiração naso-faringeana, entre outras. (BRASIL, 2017). Com vistas a redução dessas práticas há um incentivo ao parto normal. Porém as mulheres optam por parto cesárea porque desejam fazer laqueaduras tubárias ou ainda porque possuem medo da dor e sofrimento da parturição normal, o que, em seus imaginários, é algo quase que insuportável. (SILVA, PRATES, CÂMPELO, 2014).

                 A dor durante a evolução do TP é um sintoma comum na etapa que antecede o parto e, diferentemente de outras experiências dolorosas agudas e crônicas, essa dor não está associada à doença, mas ao ciclo reprodutivo da mulher. Suas características podem envolver, então, aspectos biológicos, culturais, socioeconômicos e de caráter emocional. (ALMEIDA, 2005). Nesse sentido, medidas que reduzam a dor durante o trabalho de parto são bem aceitas e se destacam como uma forma de incentivo ao parto natural. As medidas conhecidas são os métodos farmacológicos e não farmacológicos. O evento ora proposto visa discutir os métodos com graduandos, residentes e profissionais de saúde, objetivando reduzir as dúvidas relacionadas aos métodos, incentivando a adoção deles e por conseguinte, aumentar os índices de parto vaginal humanizado. O público alvo atua diretamente na assistência ao parto no Hospital Ana Bezerra, que é uma maternidade reconhecida nacionalmente pelo incentivo ao parto humanizado. Assim, o evento proposto também possui o cunho de destacar a universidade e o hospital como centros formadores na região.

No link abaixo o site do evento, com toda a programação e inscrições:

https://gephuabufrn.wixsite.com/seminarioaliviodador