Notícias Notícias

Voltar

Ebserh libera R$ 167,2 milhões em recursos para hospitais universitários federais

INVESTIMENTO

Ebserh libera R$ 167,2 milhões em recursos para hospitais universitários federais

O montante é oriundo do Rehuf e se refere a planos de trabalho apresentados pelas unidades

Brasília (DF) – A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) descentralizou R$ 167,2 milhões para os hospitais universitários federais, por meio da liberação de planos de trabalho apresentados por 49 unidades hospitalares. O montante, oriundo do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), se refere aos dados registrados até o dia 20 de outubro e representa aproximadamente 87 % do total pleiteado pelos hospitais.

A marca foi alcança após a criação de um grupo de trabalho (GT) que interveio nos processos recebidos pela sede da estatal, no intuito de dar celeridade à aprovação e liberação dos recursos. A medida tem o objetivo de diminuir o passivo dos planos de trabalho apresentado pelos hospitais, o que na prática significa avanços importantes como reformas dos espaços físicos das unidades, aquisição de medicamentos e insumos médico-hospitalares, modernização do parque tecnológico, dentre outros ganhos.

Até o mês de julho, dos 354 planos apresentados, apenas 98 estavam em execução. Já em agosto, após a criação do GT, esse número saltou para 173, um aumento de quase 80% em um mês. Em todo o período de atuação do GT, ou seja, menos de 90 dias, 280 planos foram aprovados tendo seus recursos liberados, 15 foram devolvidos para os hospitais para ajustes e 55 estão sendo analisados, com previsão de conclusão e liquidação do saldo existente nas próximas semanas.

Segundo o vice-presidente executivo da Ebserh, Paulo Henrique Bezerra R. Costa, que capitaneou a iniciativa, esse foi o primeiro passo da revisão do processo de descentralização dos recursos do Rehuf. “Nosso objetivo é dar maior autonomia aos hospitais e mudar o foco da avaliação individual de cada plano para planos globais que tenham maior relevância e significado, e deem autonomia aos gestores para conduzirem suas ações. Assim podemos nos concentrar no acompanhamento do cumprimento dos objetivos estabelecidos e diminuir a burocracia”, avaliou o gestor.

Ao longo de 2017, os recursos do Rehuf neste ano somam R$ 595 milhões, provenientes dos planos de trabalho estabelecidos pelos hospitais e de portarias do Ministério da Saúde publicadas no Diário Oficial da União, havendo ainda previsão de novas descentralizações até o final do exercício.

Ebserh e Rehuf

Os recursos do Rehuf são oriundos dos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS). O programa destina-se à reestruturação e revitalização dos 50 hospitais das universidades federais, incluindo as não filiadas à Ebserh, estatal vinculada ao MEC, que administra 39 hospitais universitários federais.

A finalidade do programa é criar condições materiais e institucionais para que os hospitais universitários federais possam oferecer atendimento médico e hospitalar de qualidade à população, assim como proporcionar a formação qualificada de profissionais da área de saúde. O programa também prevê iniciativas de modernização da estrutura física e do parque tecnológico dos hospitais.

Já a Ebserh, criada em dezembro de 2011, tem como objetivo aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

 

Coordenadoria de Comunicação Social da Ebserh