Notícias Notícias

Voltar

Huap se destaca por atendimento a pessoas que convivem com o vírus da Aids

dia mundial de luta contra a aids

Huap se destaca por atendimento a pessoas que convivem com o vírus da Aids

No dia 1º de dezembro é comemorado o Dia Mundial de Luta contra a AIDS que  tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre as formas de prevenir a doença e auxiliar no combate contra o preconceito aos portadores do vírus HIV.

O Huap foi um dos pioneiros na atenção às Pessoas Vivendo com HIV/AIDS (PVHA), sendo a enfermaria do DIP e os Ambulatórios de Infectologia, Imunologia, Pré-Natal/Obstetrícia, Clínica Médica e Pediatria onde os pacientes recebiam atendimento. Em 2002 e 2003 houve a elaboração do Projeto de Implantação do SAE- Serviço de Assistência Especializada e a criação do Projeto de Implantação do Serviço de Atenção Odontológica a pacientes portadores do HIV no Huap, financiado pelo Ministério da Saúde, Coordenação Nacional de DST/HIV/Aids e UNESCO, em contrapartida do HUAP, a área física e os profissionais de saúde e administrativos. Daí surgiu a SAE- Coordenação dos Programas de AIDS (CAIDS). O programa recebeu em 2007, 2010 e 2017 a indicação QUALIAIDS PRATA do Projeto QUALIAIDS – Sistemas de Avaliação da Qualidade da Assistência Ambulatorial dos Serviços do SUS de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS-PVHA.

Da equipe fazem parte pediatras infectologistas, clínico geral, enfermeira, psicóloga oferecendo atendimento multidisciplinar às crianças, adolescentes, adultos e gestantes portadores da infecção pelo HIV. O atendimento multiprofissional envolve ainda farmacêuticos, cirurgião dentista e diagnóstico oral, assistente social, nutricionista e apoio da Associação dos Colaboradores do Hospital Universitário Antonio Pedro (Achuap).

É realizado o acompanhamento dos filhos de mães HIV positivas, atendimento à pessoas vítimas de violência e à crianças com infecção congênita, aconselhamento pré/pós-teste anti-HIV, sífilis e hepatites com realização de Teste Rápido e PEP – Profilaxia Pós Exposição para HIV.

Entre as atividades desenvolvidas estão a orientação sobre sexualidade e DST com distribuição de material didático específico, grupo de pais e responsáveis de bebês expostos e criança/adolescente HIV-Aids, distribuição, com orientação, de leite em pó para os bebês que não podem ser amamentados ao seio materno, como preconiza do Programa de Prevenção da Transmissão Vertical, além da distribuição, com orientação, de preservativos masculinos e femininos.

Contando com profissionais de alta qualidade, o programa já produziu teses de mestrado e doutorado (medicina, enfermagem, serviço social, odontologia, nutrição); aulas regulares para os alunos da Medicina (trabalho de campo), monografias, trabalhos em vários congressos; aulas para outras disciplinas e Bolsa-treinamento, residência da Pediatria e a partir de FEV/2011 a CAIDS passou a ser campo de atuação da Residência Multiprofissional na área de concentração da Saúde da Mulher, Criança e Adolescentes.

O atendimento é realizado de segunda à sexta-feira, das 8 às 17h, no ambulatório do SAE. Rua Marquês de Paraná, 303- Centro Niterói – 5º andar. Mais informações pelo telefone: (21) 2629-9265