Residência Médica Residência Médica

Nosso primeiro registro de Programas de Residência Médica ocorreu há 49 anos, em 1966, nos Programas de Cirurgia Geral, Oftalmologia, Pediatria e Anatomia Patológica.

Os médicos residentes faziam o seu aprendizado em regime bianual, sem o recebimento de bolsas.

Além de médicos residentes, o Huap também promovia Residências em outras áreas profissionais, tais como: Cirurgia Bucomaxilofacial; Serviço Social; Enfermagem; Bioquímica; Análises Clínicas, Nutrição e Farmácia. Estes Programas tiveram seus últimos residentes concluintes em 1986.

Nos anos subsequentes, outros Programas de Residência Médica foram sendo adicionados: Clínica Médica, Dermatologia Tocoginecologia e Dermatologia (em 1967); Neurocirurgia, Cardiologia e Doenças Infecciosas e Parasitárias (em 1968); Ortopedia, Anestesiologia, Psiquiatria e Otorrinolaringologia (em 1969); terminando a década 1960/70, com a criação do Programa de Cirurgia Plástica, com dezesseis Programas em atividade. Ao fim desta década, O Programa Geral de Residência Médica do Huap já havia recebido noventa e dois médicos para cumprir a especialização.

Na década seguinte (1970/1980) mais dezesseis Programas foram criados, nas áreas de especialidades clínicas (Hematologia Endocrinologia, Gastroenterologia, Nefrologia, Pneumologia Neurologia e Reumatologia) nas áreas de apoio clínico (Radiologia) nas áreas cirúrgicas (Cirurgia Cardiovascular, Cirurgia Pediátrica, Urologia, Cirurgia Torácica e Cirurgia Gastrenterologia), além de áreas de saúde coletiva (Saúde da Comunidade, Medicina Social e Preventiva e Saúde Pública). Já haviam ingressado nos diversos Programas quinhentos e setenta e oito Médicos Residentes. A desistência girava em torno de 15% dos ingressantes (32 Residentes).

Em 1976 foi criada a Comissão Nacional de Residência Médica que estabeleceu normas para a criação e credenciamento de Programas de Residência Médica. Até então os Programas eram administrados pelas Comissões Hospitalares que vieram ser substituídos pelas Comissões de Residência Médica – COREMES.

A década de oitenta inicia com a regulamentação da Residência Médica (Lei nº. 6.932, de 7 de julho de 1981) e a concessão obrigatória de bolsas, em valor nacional unificado, estabelecido por legislação superior.

Ao fim da década de noventa, estavam regularmente em funcionamento vinte e sete Programas, com ingresso total de um mil cento e quarenta e quatro Médicos Residentes.

REESTRUTURAÇÃO

Em maio de 2007 a Coordenação Geral do Programa Geral de Residência Médica foi reestruturada pela nova Diretoria do HUAP e foi revisto o Regimento Interno do Programa Geral de Residência Médica, discutido, aperfeiçoado e finalmente aprovado pelo Conselho de Ensino e Pesquisa da UFF, através a Resolução nº. 73/2008, em 27 de fevereiro de 2008.

Naquela ocasião, estavam autorizados pela Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM / SESu / MEC, um total de 28 (vinte e oito) programas.

No transcurso de 2008, 2009 e 2010, a COREME / HUAP / UFF periodicamente protocolou na CEREMERJ diversas solicitações de funcionamento de novos PRM, criação de novos Anos Adicionais e Áreas de Atuação, como pode ser visualizado no quadro abaixo, sendo todos os nossos pleitos atendidos.

Tal atuação redundou em uma progressão dos índices de referência, no que diz respeito ao número de PRM, Ingressantes, Concluintes e MRs em Atividade, conforme ilustrado no quadro abaixo.

Neste período foi implantado o SGRM – Sistema de Gerenciamento da Residência Médica, consistindo em um programa informatizado que permite uma administração do Programa Geral do HUAP, com emissão de Relatórios de Avaliação periódicos, Boletins de Frequência, Cadastro de Fichas Funcionais dos MRs e armazenamento dos dados recolhidos.

Foram ainda procedidas reformas em vários ambientes de repouso de Médicos Residentes, por setores, com a aquisição de equipamentos para estas salas, tais como computadores, armários, negatoscópios, televisores, frigobares e fornos de microondas, a expensa do numerário arrecadado com as inscrições dos Concursos de Seleção.

Foi editada no Portal HUAP uma página correspondente às atividades da Residência Médica, com informações gerais e de interesse dos MRs, setor este que vem tendo um acesso regular e muito significativo, inclusive por público externo, dada a diversidade e qualidade das informações aí contidas.

A atuação da COREME/HUAP/UFF junto à CEREMERJ tem sido bastante reconhecida pelos nossos pares e, com muita frequência, representantes dos PRMs do HUAP vem sendo convocados para compor Comissões Visitadoras a diversas instituições do Estado que promovem Programas de Residência Médica, numa demonstração de  inequívoca confiança ao HUAP.