Notícia Notícia

Voltar

HUB organiza curso sobre álcool e tabaco

Parceria

HUB organiza curso sobre álcool e tabaco

Capacitação preparada pelo Sead faz parte de atualização permanente oferecida pela SES-DF

Nessa quinta-feira (12), profissionais do Serviço de Estudos e Atenção a Usuários de Álcool e Outras Drogas (Sead) do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) ministraram o Curso de Atualização Permanente de Profissionais de Saúde que Realizam Tratamento de Fumantes na SES-DF. A capacitação é ofertada todo mês pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), que, desta vez, convidou a equipe do Sead-HUB para preparar o curso.

O tema escolhido para a edição de julho foi Álcool e Tabaco, com o objetivo de capacitar os profissionais na avaliação, diagnóstico e tratamento de pacientes que são, ao mesmo tempo, alcoolistas e tabagistas. “O uso concomitante de álcool e tabaco é uma associação perigosa para a saúde e muito frequente na população mundial. São substâncias lícitas e de fácil acesso que aumentam o risco de alguns tipos de câncer, como boca, esôfago, garganta e fígado, além de outras doenças”, explicou a psiquiatra do Sead Maria Célia Vitor.

O curso teve duração de três horas e abordou os aspectos gerais do tratamento de usuários de substâncias psicoativas, a abordagem desses usuários, a avaliação diagnóstica, a terapia e a discussão de casos clínicos. Participaram profissionais de diversas áreas da saúde que atendem esses pacientes, como nutricionistas, assistentes sociais, enfermeiros, dentistas, médicos de família e do trabalho, pneumologistas e residentes de psiquiatria. 

Conheça o Sead
O Serviço de Estudos e Atenção a Usuários de Álcool e Outras Drogas do HUB é formado por uma equipe interdisciplinar composta por assistentes sociais, psicólogos, enfermeiros e psiquiatras. O setor também conta com estagiários e residentes de diversas áreas, o que proporciona, além da assistência, um espaço para ensino e aprendizagem. O atendimento é personalizado. A equipe define o plano de tratamento de acordo com o nível de comprometimento de cada paciente.

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB