Notícia Notícia

Voltar

Pacientes do HUB recebem homenagem

Dia da Mulher

Pacientes do HUB recebem homenagem

Atividades levam alegria a mulheres e acompanhantes da quimioterapia e da maternidade

Esta quarta-feira (8) foi um dia diferente para muitas pacientes do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB). Presentes, música e atividades de integração mudaram a rotina de tratamento na quimioterapia e na maternidade, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

Carinho e autoestima na quimioterapia
As mulheres receberam almofadas em formato de coração e lenços, ouviram música, ganharam um lanche especial e puderam fazer maquiagem, com direito a fotos do antes e depois.

A atividade foi organizada pela Associação de Voluntários do HUB (AVHUB). A ideia foi da voluntária Vanessa Resende, que está há apenas um mês na associação. “Comecei como voluntária agora e como estava perto do dia da mulher resolvi fazer esse evento. O objetivo é levantar a autoestima delas, para elas se sentirem valorizadas, mulheres”, explicou Vanessa.

A aposentada Leni Vasconcelos encara as sessões de quimioterapia desde julho do ano passado para combater um câncer no endométrio. “Além de lembrar o dia da mulher, é uma distração nesse dia que não é muito fácil”, afirmou. Raimunda de Oliveira também é aposentada e luta contra o câncer de colo de útero desde 2012. Ela fez uma maquiagem profissional e garantiu que se sentiu bonita. “Agora vou querer viver mais tempo, só vou andar maquiada”, contou.

Música e emoção na Maternidade
A comemoração teve entrega de rosas às pacientes e um show particular dos cantores sertanejos Bonni e Belluco. Bem-humorada, a dupla embalou o sono dos bebês e animou a rotina de pacientes e profissionais do serviço. Sara Arruda acompanhou a apresentação com a filha no colo, Alice, que nasceu na última terça-feira (7). “O HUB faz de tudo para prestigiar a gente, além do tratamento especial que recebemos, o que dá um ânimo diferente”, disse.

A ideia de convidar os cantores para o evento foi da técnica de enfermagem do hospital, Vilci Andrade Nascimento. “A intenção foi homenageá-las e proporcionar um momento para que realmente se sentissem vivas e valorizadas como mulher”, afirmou. Para Bonni, a apresentação foi especial, já que a filha Lara nasceu no HUB, há um ano. “Quando o convite apareceu, aceitamos na hora. Sempre pensamos em fazer algo que poderíamos doar e esperamos fazer mais ações semelhantes”, relatou ele.

Mesmo não se sentindo muito bem, a paciente Ângela Maria Sousa ficou até o final. “No HUB, me sinto acolhida e sou muito bem cuidada, o que dá forças para ficar aqui. O dia de hoje foi mais um incentivo”, afirmou ela, que já está internada há três meses em razão de complicações na gestação de cinco meses. O relato das pacientes confirma a opinião da enfermeira Larissa Cardoso. “É uma forma de elas tirarem a atenção do ambiente hospitalar e participarem de uma integração”, declarou.

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB