Notícia Notícia

Voltar

Morre professor emérito Paulo Tavares

Falecimento

Morre professor emérito Paulo Tavares

Velório do pneumologista será realizado na capela do HUB nesta segunda (26), a partir das 16h

O pneumologista do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) e professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), Paulo Tavares, morreu na manhã desta segunda-feira (26), aos 90 anos, por complicações de insuficiência cardíaca. Ele estava internado na UTI de um hospital particular há pelo menos 15 dias.

Nascido na cidade do Rio de Janeiro, Paulo graduou-se em medicina pela Universidade Federal do estado (UFRJ) em 1953. Depois, especializou-se em fisiopatologia respiratória pela UFRJ e pela Université de Lorraine, na França. Em 1992, concluiu o doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica), na UFRJ. Na UnB, ajudou a estruturar a Faculdade de Medicina, ainda na década de 1960, e também a implantar a disciplina de pneumologia. Já em 1998, recebeu o título de professor emérito.

A carreira de Paulo foi marcada pelo pioneirismo. O trabalho na área de circulação pulmonar foi considerado inovador internacionalmente. No Brasil, foi um dos primeiros médicos a estudar o sono. Nos últimos anos, dedicou o conhecimento para o ensino e pesquisa nas áreas de medicina do sono e fisiologia respiratória. Além de médico, era um excelente pianista.

“Ele foi fundamental na minha vida profissional. Todos os meus passos, incluindo mestrado e doutorado, foram orientados por ele. Me sinto como se estivesse perdendo um pai”, afirmou o professor aposentado da UnB e ex-aluno de Paulo, Carlos Alberto Viegas. O primeiro contato entre os dois foi em 1974, quando Carlos foi aluno de graduação de medicina. 

“Ele foi a pedra fundamental da pneumologia na UnB e HUB, nos formou científica e humanisticamente, compartilhou sua paixão pela fisiologia respiratória e nos tornou apaixonados irreversíveis. Estimulou nossa curiosidade e nos fez médicos melhores”, declarou a pneumologista do HUB e professora da UnB, Verônica Amado. 

A Equipe de Governança do hospital, em nome da superintendente Elza Noronha, lamenta a grande perda para a comunidade do Distrito Federal e presta solidariedade aos amigos e familiares.
 
Velório
O velório será realizado nesta segunda-feira (26), na capela do HUB, a partir das 16h, com culto às 21h. 
Endereço: SGAN 605, Av. L2 Norte (Unidade 2). O enterro está marcado para esta terça-feira (27), às 11h, no Cemitério Campo da Esperança, que fica na 916 Sul. As flores podem ser encaminhadas diretamente para o cemitério, sepultura nº 614-2.

Assessoria de Comunicação do HUB