Notícias Notícias

Voltar

HUB aumenta capacidade de atendimento de radioterapia

Ampliação

HUB aumenta capacidade de atendimento de radioterapia

Com inauguração de novo acelerador linear, hospital conta com dois aparelhos para tratamento de câncer

Com uma capacidade maior de atendimento, a fila andará mais rápido e mais pacientes com câncer terão acesso garantido à radioterapia no Distrito Federal. Isso será possível com a inauguração de um novo acelerador linear nesta segunda-feira (27), no Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB). Com este novo equipamento, o HUB agora conta com dois aparelhos para esse tipo de tratamento.

“O novo equipamento vai contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento de radioterapia no Distrito Federal e para a formação de pessoas no HUB”, afirmou a superintendente do hospital, Elza Noronha. “É um momento de muita alegria, de comemoração, é um aparelho moderníssimo. Vamos conseguir rodar essa fila e dar uma assistência de qualidade para a população”, completou o secretário de Saúde do DF, Humberto Fonseca.

O aumento no número de atendimentos será gradual. Inicialmente, passará dos atuais 45 para 65 pacientes por dia. Para atingir a capacidade máxima, o serviço está passando por mudanças internas e dependerá da disponibilidade de recursos humanos. Com os dois aceleradores funcionando em capacidade máxima, o número de atendimentos pode chegar a 110 pacientes por dia. “O HUB tem grande parceria com o governo de Brasília e esse acelerador linear cumprirá um papel muito importante para a nossa cidade”, disse o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg.

A ampliação do serviço faz parte do Plano de Expansão da Radioterapia no Sistema Único de Saúde (SUS), projeto lançado em 2012 pelo Ministério da Saúde que prevê a instalação de 100 equipamentos em todo o país. “Fico feliz em saber que os hospitais universitários estão contemplados no contexto de melhoria dessa patologia”, afirmou o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber Morais.

O aparelho do HUB foi entregue pelo Ministério da Saúde no dia 20 de julho e, durante esse período, passou pelo processo de montagem e testes. “Estive aqui visitando a obra, na entrega do equipamento e estou aqui agora com o equipamento já em funcionamento. Essa parceria é muito importante”, garantiu o ministro da Saúde, Ricardo Barros. “Desejo muito sucesso nessa parceria e que o hospital continue servindo a sociedade, que é sua missão institucional”, acrescentou a reitora da Universidade de Brasília (UnB), Márcia Abrahão. 

O investimento do ministério com a construção do bunker (espaço destinado para instalação do aparelho) e a compra do equipamento ficou em torno de R$ 4,3 milhões. Já a fila de pacientes oncológicos para tratamento com radioterapia no HUB é organizada pela regulação da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF). 

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB