Notícias Notícias

Voltar

HUB realiza cirurgias a laser para tratar o aumento da próstata

Tecnologia

HUB realiza cirurgias a laser para tratar o aumento da próstata

Procedimentos foram acompanhados ao vivo por urologistas, residentes e estudantes

Uma técnica moderna que permite o tratamento a laser da hiperplasia prostática benigna, aumento da próstata que causa dor e dificuldade de urinar. O método foi apresentado nesta quarta-feira (4) no Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) a urologistas, residentes e estudantes de todo o Distrito Federal.

Quatro pacientes do HUB foram operados com o laser no Centro Cirúrgico do hospital. Entre eles, o aposentado Antônio Brito. “Sinto dor, ardência e dificuldade para urinar. Estou feliz em saber que minha cirurgia será feita com essa técnica mais moderna e espero que melhore muito minha qualidade de vida”, contou ele.

 O HUB realiza cerca de cinco cirurgias por semana para tratar o aumento da próstata usando o método tradicional. Nas duas técnicas, o procedimento é feito pela uretra, sem a necessidade de corte. No método tradicional, são retiradas partes da próstata, já o laser provoca a destruição do tecido. Outra diferença é que o aparelho do laser é mais fino e causa menos sangramento, o que reduz o tempo de internação.

“A ideia é divulgar a técnica, mostrar sobretudo para residentes e alunos. Eles precisam ter contato, sempre se fala sobre essa tecnologia nos congressos. É importante estarmos antenados com o que tem de mais moderno acontecendo no mundo”, explica o responsável pelo serviço de urologia do HUB, Eduardo Ribeiro.

A cirurgia foi conduzida pelo médico argentino Alejandro Nolazco, indicado pela empresa que forneceu o equipamento, com a participação da equipe do HUB. Urologistas, residentes e estudantes da área foram convidados para acompanhar os procedimentos, que foram transmitidos ao vivo para uma sala de aula. No dia anterior, também foi oferecida uma aula sobre a técnica, com apresentação de casos clínicos e orientações. 

“É uma inovação, uma modernidade a favor do paciente. Temos que estar informados sobre tudo que pode trazer mais qualidade de vida para o paciente”, afirmou o residente em urologia da Secretaria de Saúde do DF Grimar Ribeiro. “É uma oportunidade de conhecer uma técnica nova inserida na residência, já que até no privado é difícil estar exposto a essa tecnologia”, completou o residente em urologia do HUB Thiago Castro, que acompanhou os procedimentos no Centro Cirúrgico.

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB