Notícias Notícias

Voltar

Materiais educativos orientam pacientes renais crônicos

Alfabetização em saúde

Materiais educativos orientam pacientes renais crônicos

Com linguagem simples e didática, folders explicam os cuidados e tratamentos da doença

Qual é a função dos rins? O que acontece quando eles param de funcionar? Para ajudar as pessoas a entenderem melhor os cuidados com a doença renal crônica, um grupo de alunos da Universidade de Brasília (UnB) elaborou uma série de materiais educativos, disponíveis aqui no site do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) pelo menu Publicações. O objetivo é facilitar o acesso dos pacientes a informações importantes para a adesão ao tratamento e o conhecimento do assunto.

São sete folders, com linguagem simples e didática, que explicam o que é a doença renal crônica, quais são as terapias substitutivas, como deve ser a alimentação, a importância da atividade física, o uso de medicamentos e a influência da hipertensão arterial e diabetes. A versão impressa será distribuída aos pacientes que fazem hemodiálise no HUB.

“A grande necessidade na área da saúde é tornar o paciente ativo no tratamento. É preciso que eles se fortaleçam e desenvolvam conhecimento em saúde, o que é fundamental para o controle de algumas doenças”, diz um dos participantes do trabalho, André Valente, recém-formado em medicina pela UnB.

A atividade é fruto do projeto “Impacto da alfabetização em saúde na adesão às recomendações dos profissionais de saúde”, aprovado em 2015 pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF). Além da confecção de folders, o estudo científico prevê a produção de cinco vídeos educativos sobre temas variados de saúde, que estão na etapa de finalização e serão publicados no site em breve. O recurso destinado pela FAPDF foi de aproximadamente R$ 100 mil.

Além de André, participam do projeto os recém-formados em medicina Ronny Onibene e Beatriz Alves, os estudantes de medicina Mateus Torres (último semestre), Sarah Evangelista e Isabela Araújo, ambas do 10º semestre, e a aluna do 7º semestre de psicologia, Luísa Magalhães. Ao longo dos últimos anos, a atividade recebeu o apoio de estudantes de psicologia, professores e profissionais do HUB. A iniciativa é coordenada pelo professor e ex-superintendente do HUB, Hervaldo Sampaio Carvalho, idealizador do projeto, e pela professora do Instituto de Psicologia da UnB, Elizabeth Queiroz.

Acesse os materiais sempre que quiser pelo menu Publicações!

Imagens:

Assessoria de Comunicação do HUB