Notícias Notícias

Voltar

Conheça os projetos estruturantes para o hospital

Futuro

Conheça os projetos estruturantes para o hospital

Principal deles consiste na construção do Complexo Ambulatorial Multirreferenciado do Hucam

Como fruto das discussões de planejamento estratégico do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes, foi escolhida para o futuro do Hucam-Ufes uma série de projetos, chamados de estruturantes, que vai definir a nova cara do hospital nos próximos anos e melhorar o atendimento ao público.


Parte está em andamento, e outros estão prontos para captação de recursos. O principal deles consiste na construção do Complexo Ambulatorial Multirreferenciado do Hucam para substituir as conhecidas “casas”, que abrigam este tipo de atendimento no hospital. Essas casas são as edificações horizontais de cobertura hidráulica metálica, antigas, que funcionam como ambulatórios.


A ideia é fazer a construção em três etapas, para que o atendimento ao público não seja interrompido em nenhum momento. Numa comparação simplória, é como se um trem fosse reformado durante a viagem, em que os passageiros seriam acomodados em outros vagões enquanto o primeiro passa por reformas.
O complexo ambulatorial prevê uma arquitetura sustentável, de acordo com as mais recentes normas sanitárias vigentes, num trabalho de autoria do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos, a Unops.


O empreendimento do Complexo Ambulatorial compreende três Ambulatórios. O Ambulatório 1 será executado primeiramente (utilizando estrutura do prédio inacabado), possibilitando a transferência dos atendimentos, liberando o espaço para a construção dos Ambulatórios 2 e 3, depois da demolição das respectivas “casas”.


Outro projeto estruturante é a modernização da rede elétrica do hospital. Esta intervenção já está em andamento com previsão de ser concluída este ano.


“Apontar a modernização da rede elétrica como projeto estruturante significa usar melhor recursos que, no futuro, teriam que ser gastos para consertar equipamentos danificados por causa de uma infraestrutura de
energia falha ou insuficiente para as demandas atuais, em que há muito mais computadores, equipamentos eletrônicos de ponta e grande necessidade de climatização, que não existiam nos anos 40 e 50, quando o Hucam era um sanatório”, explica o superintendente do Hucam-Ufes, Luiz Alberto Sobral Vieira Júnior.

Em todas as fases de discussão para os projetos estruturantes, sempre se partiu da premissa de integração entre Assistência, Ensino, Pesquisa e Extensão universitárias. No complexo ambulatorial, por exemplo, salas foram projetadas para permitir a discussão de casos clínicos entre docentes, acadêmicos e pesquisadores com mais recursos técnicos e conforto, além do conceito de “ilhas didáticas”. Todas as instalações foram pensadas para facilitar o acesso de alunos aos pontos de ensino.

Confira a lista dos demais projetos estruturantes para o Hucam-Ufes:
FARMÁCIA
A expectativa é de que, com a nova Farmácia, haja redução de custo por causa da melhoria dos fluxos de atendimento e do maior controle na dispensação de medicamentos. Sem contar a adequação do espaço físico atendendo à resolução em vigor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
NOVO ESTACIONAMENTO
O projeto prevê uso de área hoje sem pavimentação, que funciona como estacionamento informal. A intenção é facilitar o acesso de todos, com um ambiente iluminado e demarcado, inclusive de pacientes de cidades afastadas.
ACESSIBILIDADE EXTERNA
Prevê a criação de caminhos seguros e acessíveis para cadeirantes e portadores de necessidades especiais em geral, atendendo às normas de padronização, como calçadas regularizadas, painéis em braile e piso podotátil.
NUTRIÇÃO
A proposta é fazer um local centralizado e adequado para a realização de refeições no hospital, com cozinha industrial e restaurante, de forma a atender melhor os usuários, garantindo a qualidade nutricional. Com isso, será possível reduzir os custos da instituição com alimentação.

Sobre a Ebserh

Desde  2013, o Hucam-Ufes é filiado à Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas. 

Imagens: