Nossa História Nossa História

A história de fundação do hospital iniciou na década de 1970, quando era elevado o índice de mortalidade infantil em toda a Paraíba. No dia 09 de outubro de 1977, ocorreu o lançamento da pedra fundamental e, logo em seguida, o início da obra. Com a ajuda de colaboradores da sociedade, órgãos municipais, estaduais e federais, a casa de saúde das crianças sertanejas foi inaugurada em 12 de novembro de 1978.

Por vários anos, o Hospital Infantil de Cajazeiras (HIC), como era denominado, foi vinculado à Associação de Proteção a Assistência a Maternidade e Infância de Cajazeiras (APAMIC) que, por um período de sua história, também funcionou como maternidade. Em outubro de 2001, uma intervenção da Prefeitura Municipal de Cajazeiras transformou o HIC em autarquia municipal e o hospital passou a ser denominado Instituto Materno Infantil Dr. Júlio Maria Bandeira de Mello (IJB), permanecendo com esta caracterização até ser recebido pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) em julho de 2012.

A iniciativa de criação do HUJB nasceu da necessidade de expansão das ações de ensino na rede de saúde do alto sertão paraibano, para os cursos instalados no campus da UFCG em Cajazeiras. Os acordos para a cessão do IJB para a UFCG iniciaram em janeiro de 2011 e a doação ocorreu em 25 de novembro de 2011, por meio da Lei Municipal N°2.005/2011, sendo o HUJB criado e recebido oficialmente pelo Conselho Curador da UFCG em 27 de julho de 2012.

Em 2013 o hospital foi reconhecido pelo Ministério da Educação como Hospital Universitário Federal (HUF). Em 09 de dezembro de 2015 ocorreu a assinatura do contrato da UFCG com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para implantação do modelo de gestão.

Evolução

Ao longo dos primeiros anos de existência do HUJB foram realizadas inúmeras reformas, ampliações e aquisições de equipamentos, com vistas à expansão das atividades de atenção à saúde e de ensino. Com a composição do quadro de pessoal por meio do concurso público realizado pela EBSERH, o hospital assumirá uma mudança de perfil assistencial, e além dos serviços de saúde da criança e do adolescente, o hospital também prestará serviços de saúde da mulher e materno-infantil, sendo estes ambulatoriais, de apoio diagnóstico e de internação hospitalar.

Um dos maiores desafios para a consolidação do HUJB é a ampliação do seu papel no ensino, o que consta na sua missão institucional, além do compromisso com a formação de profissionais de saúde, voltados, principalmente, para a assistência prestada pelo SUS.

Mesmo em transição e em processo de estruturação, algumas atividades de ensino estão sendo desenvolvidas no HUJB, principalmente na forma de estágios, aulas práticas, visitas técnicas e atividades de extensão. Ainda não existem linhas de pesquisa definidas e programas de residência no hospital.

No contexto da definição do seu papel na Rede de Atenção à Saúde (RAS), o HUJB participa de iniciativas para promover a integração e a cooperação técnica entre os serviços do hospital e os demais serviços do SUS, através de espaços de diálogo e compartilhamento de saberes e práticas entre profissionais e gestores de saúde.