Notícias Notícias

Voltar

Ex-reitor da UFCG visita Hospital Universitário Júlio Bandeira

GESTÃO

Ex-reitor da UFCG visita Hospital Universitário Júlio Bandeira

Thompson Mariz, durante o seu reitorado, instituiu a criação do curso de Medicina em Cajazeiras e viabilizou a doação do antigo Hospital Infantil para a UFCG

“Espelho de probidade, austeridade e ousadia, sendo que uma das maiores conquistas do seu mandato foi a criação do curso de medicina e a federalização do antigo hospital infantil de Cajazeiras, transformando-o em hospital universitário Cajazeiras”. Essa foi a declaração do gerente administrativo do Hospital Universitário Júlio Bandeira, Marcelo Pinheiro, ao ex-reitor da Universidade Federal de Campina Grande, Thompson Mariz, ao recepcioná-lo em visita ao hospital, na tarde desta terça-feira, dia 8.  

O professor Thompson Mariz, que exerceu o cargo de reitor por dois mandatos consecutivos na UFCG, entre 2002 e 2012, esteve à frente na luta pela criação do curso de Medicina na cidade de Cajazeiras e foi o responsável pela aquisição do HUJB, antigo Hospital Infantil. O ex-reitor visitou todos os ambientes do hospital, e ressaltou o padrão de qualidade tanto dos equipamentos, quanto das instalações físicas da unidade hospitalar.

Thompson lembrou que a última vez em que esteve no HU de Cajazeiras foi no início das reformas, ainda com as primeiras contratações do pessoal terceirizado. “Nessa época, nomeei Mônica Paulino, diretora geral, e Marcelo Pinheiro, diretor administrativo, para a gestão do hospital e acreditei que eles dariam conta do recado. Digo que é uma gratíssima surpresa ver que aquilo que a gente semeou deu esse fruto belíssimo, que é o HUJB. Não apenas pela reforma administrativa, mas pela parte de humanização da saúde, pelo trabalho que está sendo desenvolvido por toda a equipe”, confessou.  

Thompson Mariz destacou a importância da adesão à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), da qual o HUJB é filiado há quase três anos, para a evolução que hoje pode ser conferida ao hospital. “Como aquela decisão era uma prerrogativa específica do reitor, mandei uma carta afirmando que a UFCG iria aderir à Ebserh. Como fui substituído do cargo e o processo passou para outra gestão, a adesão foi mais demorada. Se houvesse aderido com mais rapidez, eu acredito que estaria ainda mais avançado”, defende.

O gerente administrativo do HUJB também apresentou ao ex-reitor o projeto arquitetônico do novo HU de Cajazeiras, uma unidade que deve contar com 200 leitos, com atendimento voltado para a média e a alta complexidade. “Thompson foi o responsável pela implantação do curso de medicina na cidade, mesmo diante de pareceres técnicos alegando que não seria o melhor local, mas ele insistiu que seria na cidade de Cajazeiras. Tem participação efetiva e muito importante na doação do HUJB”, lembrou. 

A obra do novo HU está orçada em cerca de R$ 250 milhões, incluindo os equipamentos para o pleno funcionamento do complexo hospitalar. Todo o projeto está sendo acompanhado por representantes da Diretoria de Administração e Infraestrutura da Ebserh e por técnicos da Unops, órgão ligado à ONU que firmou um acordo de cooperação técnica com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares e tem sido parceiro da estatal no desenvolvimento de projetos pilotos de hospitais universitários no país.

Sobre a Ebserh

Desde dezembro de 2015, o HUJB-UFCG é filiado à Rede Ebserh, instituição vinculada ao Ministério da Educação (MEC) que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

 

Por Jacqueline Santos - Jornalista HUJB-UFCG/Ebserh

Imagens: