Notícias Notícias

Voltar

Hospital Júlio Bandeira implanta serviço de ultrassonografia com oferta para mulheres

AMPLIAÇÃO

Hospital Júlio Bandeira implanta serviço de ultrassonografia com oferta para mulheres

Por mês, serão realizados quase 700 exames em mulheres, crianças e adolescentes

Em uma carroça, Janiane Cavalcanti chega ao Hospital Universitário Júlio Bandeira, vinculado à UFCG e à Rede Ebserh, acompanhada do marido e do filho mais novo. A agricultora, que está grávida de 7 meses e mora em um povoado próximo a Cajazeiras, é uma das beneficiadas com o novo serviço de ultrassonografia implantado este mês na unidade e que deve desafogar todo o sistema, além de garantir maior rapidez nos agendamentos e satisfação das usuárias, que costumam esperar meses pelo exame. Serão ofertadas quase 700 ultrassonografias por mês para mulheres, crianças e adolescentes.

“O médico tentou marcar para a Policlínica do município (um dos pontos onde são feitos os procedimentos), mas estava lotado, não tinha mais vaga. Estou esperando por esse ultrassom, principalmente porque ainda não sei o sexo e não comprei nada do enxoval. Tenho certeza que terei um bom atendimento”, disse Janiane, pouco antes de entrar no consultório.

A regulação é feita por meio dos municípios, um total de 15 cidades cuja população de mais de 177 mil pessoas já é referenciada para o HUJB nos casos de pediatria. Em relação à saúde da mulher, os únicos pontos que disponibilizavam o exame em Cajazeiras eram a Policlínica e a Maternidade Dr. Deodato Cartaxo.

“A regulação dos atendimentos eletivos do HUJB está sendo feita através do agendamento pela Central de Regulação e Exames e Consultas (CREC) do município de Cajazeiras e posteriormente pelo Sistema Nacional de Regulação (Sisreg). Os usuários são atendidos na Unidade Básica de Saúde da Família e encaminhados para a CREC”, detalhou a chefe do setor de Regulação e Avaliação em Saúde do HUJB, Tereza Lourença Araújo.

A usuária Josefa Framíria, de 23 anos, disse que esperou mais de dois meses porque o exame também estava agendado para fazer na policlínica do município. “Nunca havia feito pelo SUS porque demorava demais. Agora, foi mais rápido porque nos remanejaram para o HUJB. Estão todos de parabéns pela organização e limpeza do ambiente, e principalmente pelo excelente atendimento dos profissionais daqui”, contou a agricultora.

Ainda segundo a chefe do setor de Regulação, a oferta para as ultrassonografias é de segunda-feira a sábado, com 30 vagas diariamente, sendo que quatro dessas vagas são destinadas aos pacientes internos. “A capacidade de Ultrassonografias mensal é de aproximadamente 660, incluindo abdômen total, rins e vias, obstétrico, tireoide, mama, pélvica, transvaginal, articulação, obstétrico com doppler, bolsa testicular, glândulas salivares, parede abdominal, cervical, abdômen superior e região inguinal”, enumerou Tereza.

“Com esta última contratação dos empregados públicos concursados, vimos tornar-se realidade serviços que antes não eram possíveis por falta de pessoal. Além dos exames de ultrassonografia, contamos agora com a ampliação do número de consultas e especialidades nos ambulatórios, a implantação do pré-natal de alto risco e a abertura da maternidade, que deve funcionar até 2019”, relatou a superintendente Mônica Paulino.

Sobre a Ebserh

Desde dezembro de 2015, o Hospital Universitário Júlio Bandeira da Universidade Federal de Campina Grande faz parte da Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

 

Por Jacqueline Santos - Jornalista HUJB-UFCG/Ebserh

Imagens: