Unidade de Farmácia Clínica Unidade de Farmácia Clínica

Unidade de Farmácia Clínica


UNIDADE DE FARMÁCIA CLÍNICA

 

Onde Estamos?

 

Quanto Somos?

  • 01 Farmacêutico que Coordena a Unidade
  • 02 Farmacêuticos na UTI Geral:

                                     01 Na Ala A Adulto

                                     01 Na Ala B Adulto e UTI Pediátrica

  • 02 Farmacêuticos na Clínica Médica                             

                                     01 Na Ala A

                                     01 Na Ala B

 

 

Contato

E-mail: farmaciaclinicahulw2015@gmail.com

Fone: (83) 3216-7059 (Setor de Farmácia Hospitalar)

 

O Papel da Farmácia Clínica

 O cuidado farmacêutico apresenta-se como um importante prática clínica, capaz de atender às necessidades do paciente no tocante a terapia farmacológica, onde o Farmacêutico mostra-se apto a entender e reconhecer potenciais problemas relacionados a medicamentos.

A farmácia clínica compreende atividades voltadas para maximizar a terapia e minimizar riscos de erros, eventos adversos e os custos, contribuindo assim com o uso seguro e coerente de medicamentos.

O farmacêutico clínico trabalha promovendo a saúde, prevenindo e monitorando eventos adversos, intervindo e contribuindo na prescrição médica para a obtenção de resultados clínicos positivos, melhorando a qualidade de vida dos pacientes sem, contudo, perder de vista a questão econômica relacionada à terapia.

Esse profissional é capaz de entender e reconhecer potenciais problemas relacionados a medicamentos tendo como principais atividades a atenção à prescrição médica, verificando posologias e ajustes necessários, vias de administração, aprazamento, possíveis incompatibilidades, interações medicamentosas, reações adversas, alergias, tempo de tratamento e propondo alterações de acordo com a sua avaliação.

O Farmacêutico Clínico exerce suas atividades junto a Equipe Multiprofissional e ao Paciente, portanto, além do paciente a prescrição e prontuário são suas principais fontes de dados.

 

Atividades Clínicas dos Farmacêuticos

  1. Monitorização do tratamento medicamentoso

Essa atividade inclui as seguintes funções:

  1. Revisão da seleção dos medicamentos pelo Farmacêutico;
  2. Revisão da administração dos medicamentos;
  3. Comprovação da dosificação correta (incluindo quantidade, frequência, via de administração e forma farmacêutica, reconhecimento da presença ou ausência de resposta terapêutica adequada);
  4. Avaliação do potencial de produzir efeitos adversos e de seu aparecimento;
  5. Recomendações de mudanças ou alternativas de tratamento, quando necessário.

 

  1. Conciliação

A conciliação de medicamentos é descrita como um processo para obtenção de uma lista completa, precisa e atualizada dos medicamentos que cada paciente utiliza em casa (incluindo nome, dosagem, frequência e via de administração), e comparada com as prescrições médicas feitas na admissão, transferências, consultas ambulatoriais anteriores e alta hospitalar.

  1. Orientação na alta/transferência

A orientação na alta hospitalar é realizada com a participação do farmacêutico e objetiva envolver e empoderar o paciente para o autocuidado ou o responsável/cuidador, esclarecendo dúvidas e fornecendo orientações sobre a farmacoterapia e os cuidados em saúde complementares.

OBS: Essa atividade está em fase de implantação através do Projeto de Pesquisa da residente farmacêutica da RIMUSH, ênfase de atenção ao Paciente Idoso, na Clínica Médica

 

  1. Participação dos farmacêuticos nas visitas clínicas

Os farmacêuticos deverão contribuir para a prevenção e resolução dos problemas relacionados a medicamentos, e consequentemente, para a tomada de decisão sobre o tratamento medicamentoso.

OBS: Atualmente os farmacêuticos participam ativamente nas visitas clínicas da UTI Geral.

 

  1. Documentação da prática clínica do farmacêutico em prontuário - Evolução farmacêutica em prontuário

O farmacêutico avalia a evolução de seus pacientes bem como a qualidade de sua prática.

As principais razões para criação de uma rotina de documentação são:

  1. Necessidade de registro de todas as ações realizadas com o paciente, sob cuidados profissionais, na instituição;
  2. Contribuição para a avaliação da eficiência e efetividade do cuidado aos pacientes;
  3. Proteção legal para o profissional e instituição;
  4. Possibilidade de continuidade do cuidado farmacêutico.

 

Intrumentos Utilizados pelos Farmacêuticos Clínicos

Formulário de Anamnese Inicial do Farmacêutico

Formulário para Evolução Farmacêutica em Prontuário

Formulário para a Conciliação (Re) Farmacêutica

Ficha de Intervenção Farmacêutica

Informe Farmacêutico

 

Manuais e Listas Importantes para o Farmacêutico

Lista de Medicamentos Padronizados no Hulw/2016 em Revisão

Formulário de Solicitação de Inclusão/Exclusão de Medicamentos na Padronização

Formulário de RAM e Queixa Técnica a Medicamento

Tabela de Diluição de Antimicrobianos Injetáveis (2013)

Guia de Fármaco X Nutriente (Administração Via Sonda Nasoenteral/Em construção)

Tabela de Diluição de Medicamentos Líquidos Orais Administrados por Sonda

Lista de Medicamentos por CID - CEDEMEX

Técnica de Administração de Medicamentos Via Sonda