Nossa História Nossa História

O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), situado na Avenida Nilo Peçanha, nº 620, Petrópolis, Natal/RN, é uma instituição que faz parte da Universidade do Rio Grande do Norte (UFRN), sendo administrado atualmente pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Ao longo de sua história, este hospital teve várias denominações. Inaugurado em 12 de setembro de 1909 pelo então governador Alberto Maranhão, recebeu o nome de Hospital de Caridade Juvino Barreto, em reverência ao proprietário da única fábrica de tecelagem que havia em Natal naquela época e que contribuiu financeiramente para a existência do hospital. Era uma casa de veraneio que foi transformada em uma unidade hospitalar, com disponibilidade de 18 leitos, sob a direção do médico Januário Cicco, que tanto administrava quanto prestava assistência aos doentes. Em 1935, passou a chamar-se Hospital Miguel Couto, em homenagem ao influente médico e pesquisador na área da saúde pública. Em 1960, com a federalização da universidade e a incorporação da Faculdade de Medicina (que fora criada em 05 de fevereiro de 1955, tendo esse hospital como campo de prática) recebe nova denominação: Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, assumindo personalidade de hospital-escola e agregando o tripé ensino, pesquisa e extensão. Em 1984, passou a chamar-se Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), nome que permanece até os dias atuais, em homenagem àquele que criou e foi o primeiro reitor da UFRN.

Em 29 de agosto de 2013, após contrato firmado entre a UFRN e a EBSERH, a administração do hospital passou a ser feita por essa empresa.

Veja imagens da nossa história:

 

Em outubro de 1935, o Hospital de Caridade Juvino Barreto passa a se chamar Hospital Miguel Couto.

Em 05 de fevereiro de 1955, é criada a Faculdade de Medicina de Natal, fato que transforma o Hospital Miguel Couto em campo para a prática da saúde no Rio Grande do Norte.

O Hospital Miguel Couto é federalizado e intergrado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Dessa forma, o Ministério da Educação assume a manutenção da unidade, que passa a se chamar Hopsital das Clínicas, assume personalidade de Hospital-Escola e agrega o tripé Ensino, Pesquisa e Extensão.

Em novembro de 1984, o Hospital das Clínicas passa a se chamar Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), em homenagem ao criador da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Em 12 de setembro de 2009, o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) comemora o seu primeiro centenário.

Em 28 de maio de 2011, com investimento de R$ 21 milhões, é inaugurado do Edifício Central de Internação do HUOL. 

Em 29 de agosto de 2013, após contrato firmado pela UFRN, o Hospital Universitário Onofre Lopes é integrado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).