Notícias Notícias

Voltar

HUOL reduz em 53% infecção hospitalar associada à ventilação mecânica

SEGURANÇA DO PACIENTE

HUOL reduz em 53% infecção hospitalar associada à ventilação mecânica

Hospital universitário também registra redução de 32% nos casos de infecção da corrente sanguínea

O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), reduziu em 53% os casos de infecção hospitalar relacionada a problemas pulmonares em apenas seis meses. A diminuição se deve ao projeto “Melhorando a segurança do paciente em larga escala”, que é promovido em 119 hospitais de todo o Brasil.

O projeto tem o objetivo de reduzir três tipos de infecção nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI): na corrente sanguínea, no trato urinário e a pneumonia associada à ventilação mecânica.

O Hospital Onofre Lopes está no projeto há seis meses. Neste período, também foi registrada uma redução de 32% no número dos casos de infecção da corrente sanguínea. Ainda não houve uma diminuição de infecção urinária. Atualmente, o índice é de 4 casos por grupo de mil pacientes por dia.

A coordenadora de cuidados intensivos do HUOL, Dr.ª Eliane Pereira, aponta que, em relação aos de casos de ventilação mecânica, a redução está acima da média nacional. “No Brasil, a média varia de 9,8 a 13,4 casos por mil pacientes-dia”.

O projeto conseguiu uma redução de 23% nas ocorrências de infecção hospitalar nas unidades e tem como meta chegar à queda de 50% até 2020.

Ainda segundo Eliane Pereira, a transmissão de conhecimento sobre os cuidados na segurança hospitalar têm impacto direto na vida do paciente. “Fazendo pequenos atos, higienizando os paciente, lavando as mãos, conseguimos ter um impacto na redução de infecções”, exemplifica.

Os ensinamentos também são repassados aos estudantes de medicina da UFRN. “Como é a UTI de um hospital-escola, temos um fluxo muito grande de alunos. A gente passa para eles todo aprendizado e a importância de prevenção e higienização”, reforça.

O projeto colaborativo é coordenado por cinco hospitais de excelência no Brasil: a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o Hospital Sírio-Libanês, o Hospital do Coração (HCor) e o Hospital Moinhos de Vento.

 

Sobre a Ebserh

Desde agosto de 2013, o HUOL-UFRN é vinculado à Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.