Notícias Notícias

Voltar

“Buscar a eficácia também é ter comportamento inovador”, diz pesquisador

ATITUDE

“Buscar a eficácia também é ter comportamento inovador”, diz pesquisador

Iniciativa do HUOL estimula a busca de soluções no ambiente de trabalho

Na quarta-feira 22, o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realizou a 2ª Oficina “Nas Ondas da Inovação”, com o objetivo de fomentar uma cultura de inovação e empreendedorismo no âmbito da instituição, incentivando o protagonismo dos colaboradores.

Na abertura do evento, voltado para gestores e integrantes das gerências Administrativa e de Atenção à Saúde da unidade, o coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) do HUOL, prof. Ricardo Valentim, usou o exemplo de uma colaboradora da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), para destacar que “buscar a eficácia também é ter comportamento inovador”.

“Essa colaboradora não criou sistemas de computador, nem inventou equipamentos, mas detectou um processo ineficaz. Daí, propôs uma forma simples de tornar a execução de um determinado exame mais efetiva para o paciente e rentável para a instituição”, descreveu o pesquisador.

O relato ilustrou um dos objetivos da iniciativa, de despertar a busca de soluções, estimulando a capacidade de iniciar e conduzir projetos de inovação.

A solenidade de abertura contou também com as presenças da gerente administrativa do HUOL, Zilmar Fernandes, do gerente de Atenção à Saúde, Aldair Paiva, e do chefe da Divisão de Gestão de Pessoas, João Alves de Sousa.

 

Sobre a Ebserh

Desde agosto de 2013, o Huol-UFRN é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.