Notícias Notícias

Voltar

HUOL implanta método internacional de avaliação na formação em anestesiologia

ENSINO

HUOL implanta método internacional de avaliação na formação em anestesiologia

Com inserção da metodologia, professor observará diretamente o residente realizando o procedimento

O Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), realizou na segunda-feira, 30 de julho, o primeiro módulo do Curso de Desenvolvimento Docente e de Preceptores para Avaliação de Desempenho dos Residentes do Programa de Anestesiologia, com o objetivo de implantar o método da Observação Direta de Habilidades Procedimentais (DOPS, na sigla em inglês), forma avaliativa com aplicação e reconhecimento internacional.

Nos meses de agosto e outubro, outros módulos debaterão as avaliações utilizando DOPS nos diversos cenários de prática, perfazendo 30 horas de capacitação. A iniciativa é coordenada por José Diniz, Rosiane Diniz, Cynthia Sousa, Rafael Coelho e Cipriano Júnior.

Com a inserção da metodologia, o professor/preceptor observará diretamente o residente realizando o procedimento e avaliará tarefas específicas a ele relacionadas: conhecimento prévio, consentimento informado, preparação pré-procedimento, analgesia/sedação, habilidade técnica, técnica de assepsia, ajuda auxiliar, conduta pós-procedimento, habilidades de comunicação, profissionalismo e habilidade geral para realizar o procedimento. Ao final da observação, haverá feedback ao residente avaliado, com reforço dos pontos positivos do desempenho e prescrição de estratégias de recuperação das habilidades consideradas insatisfatórias.

 

Sobre a Ebserh

Desde agosto de 2013, o HUOL-UFRN é vinculado à Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Imagens: