Cuidados Paliativos Cuidados Paliativos

Pensando no cuidado dos pacientes atendidos no HUSM foi criado em 2017 a Equipe Matricial de Consultoria em Cuidados Paliativos através da portaria Memorando Circular nº 008/2017 - GAS/HUSM, apresentando a Equipe Matricial de Consultoria em Cuidados Paliativos. Grupo germinal de cuidados paliativos que se formou com apoio e incentivo da gerencia administrativa.

Novas abordagens de atendimento ao paciente e familiares tornam-se importantes, em substituição à futilidade terapêutica, quando o tratamento médico não consegue atingir os objetivos de preservar a saúde ou aliviar o sofrimento, pois reza o Código de Ética Médica de 2009, parágrafo 22, que "nas situações clínicas irreversíveis e terminais, o médico evitará a realização de procedimentos diagnósticos e terapêuticos desnecessários e propiciará aos pacientes sob sua atenção todos os cuidados paliativos apropriados". Estudos evidenciam que as práticas de cuidados paliativos implicam redução de intervenções dolorosas, desconfortos e internações desnecessárias, com participação efetiva dos familiares nas decisões terapêuticas.

A integração entre a equipe de cuidados paliativos e a equipe assistente possibilita a elaboração de um plano de cuidado integral, que perpassa todo o processo vivido pelo paciente e sua família, desde o momento do diagnóstico até a assistência aos familiares no período de luto. O início precoce do cuidado paliativo permite a atenção preventiva tanto na abordagem de sintomas, como dos diversos tipos de sofrimento

As bases da terapia dos pacientes em CP são:

Cuidados abrangentes, que levam em conta os aspectos físicos, emocionais, sociais e espirituais. Necessariamente uma atenção individualizada e contínua.

O paciente e a família são a unidade a ser tratada.

A família é o núcleo fundamental de apoio ao paciente, adquirindo especial relevância em cuidados domiciliários.

A família exige medidas específicas de ajuda e educação.

A promoção da autonomia e da dignidade da pessoa doente deve prevalecer nas decisões terapêuticas. Este princípio só será possível se os objetivos terapêuticos forem elaborados com o doente.

Concepção terapêutica ativa, incorporando uma atitude reabilitadora e ativa que nos levam a superar "não há mais nada a fazer".

A comunicação tem uma influência decisiva no controle dos sintomas.

A importância do "ambiente". Preservar uma "atmosfera" de respeito, apoio e conforto.

Como acionar a EMP-HUSM?

A Equipe Matricial de Paliação EMP-HUSM tem prestado consultoria ao ser acionada pelos médicos assistentes do HUSM, a partir de solicitação de parecer. O parecer pode ser enviado via AGHU solicitando consultoria de Cuidados Paliativos

Trata-se de uma equipe interdisciplinar, atualmente, formada por quatro médicos (um geriatra, dois oncologistas e um psiquiatra), duas enfermeiras, duas assistente social, uma psicóloga, um fisioterapeuta e uma terapeuta ocupacional. O apoio prestado pela equipe é organizado de acordo com as demandas especificadas pela equipe assistente, podendo envolver tanto o paciente, quanto o seu entorno familiar.

O cuidado paliativo pode ser iniciado assim que a pessoa tem o diagnóstico de uma doença ameaçadora de vida, como parte complementar de seu tratamento curativo e se torna imprescindível, à medida que se esgotam as possibilidades de cura.

A equipe de Paliação pode oferecer apoio à equipe assistente nas seguintes situações:

Dificuldade de controlar a dor ou outros sintomas; manejo de sintomas para paciente em processo ativo de morte; consenso para metas de cuidado ou tomada de decisão complexa (definição de limitação de esforço terapêutico); utilização de diretivas antecipadas; apoio à situação de falecimento inesperado (por exemplo, vítimas de acidentes); coordenação de cuidados (por exemplo, transição para outro hospital ou domicílio), além de apoio psicossocial e espiritual.

Equipe Matricial em Paliação:

Andrea de Lima Pires – Assistente Social

Bruna Baptista - Enfermeira

Celito Moro - Assistente Social

Grasiele Seeger – Assistente Social

Henrique Tobal da Paz - Psicólogo

Lauren Razeira - Oncologista

Luisiana Onófrio - Terapeuta Ocupacional

Marcia Regina Vieira - Psiquiatra

Melissa Lampert – Médica Geriatra

Noeli Birk - Enfermeira

Patricia Cecim - Psicóloga

Ricardo Willeker– Fisioterapeuta

Os encontros de estudos em Cuidado paliativo acontecem no Londero, quinzenalmente das 12hs às 13hs.

Folder informativo

Clique aqui para ver o folder informativo da equipe de paliação do HUSM.

CONTATO

emphusm@gmail.com

 

Material elaborado pela Enf. Noeli Birk