Notícias Notícias

Voltar

Pneumologista de hospital do Alagoas veio ao HUSM conhecer o Serviço de Hipertensão Arterial Pulmonar

Modelo de serviço

Pneumologista de hospital do Alagoas veio ao HUSM conhecer o Serviço de Hipertensão Arterial Pulmonar

Falta de ar, cansaço, desmaio, dor no peito, lábios azulados. Esses são alguns sintomas de uma doença rara, sem cura e que acomete cerca de 60 mil brasileiros, segundo o Ministério da Saúde. A pouco conhecida Hipertensão Arterial Pulmonar apresenta sintomas que podem ser facilmente confundidos com de outras doenças, por isso o diagnóstico precoce é fundamental. O exame de rastreamento é o Ecocardiograma. Porém o diagnóstico deve ser feito por um cateterismo cardíaco direito.

Na sexta-feira, 8 de setembro, o médico pneumologista do Hospital prof. Alberto Antunes, de Alagoas, esteve no Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) para conhecer o funcionamento do Ambulatório de Hipertensão Pulmonar.

- Fiquei sabendo da qualidade do serviço oferecido aqui e vim conhecer, pois queremos implantar no nosso hospital – afirmou  Tadeu Peixoto Lopes - Médico pneumologista e chefe do serviço do Hospital Universitário prof. Alberto Antunes .

O serviço de Alagoas será o primeiro do Estado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda não há previsão de inauguração. Está em fase de licitação para compra de equipamentos e redimensionamento de equipe. Já o do HUSM existe há 5 anos e atende entre 4 e 5 pacientes a cada quarta-feira.

- Acredito que o por sermos um hospital semelhante ao do Dr Tadeu, uma IFE vinculada  a uma universidade federal e por termos iniciado relativamente há pouco tempo, foi o que motivou – afirmou o pneumologista Ariovaldo Fagundes.

A Hipertensão Arterial Pulmonar é uma doença crônica grave caracterizada pelo aumento progressivo na resistência vascular pulmonar, ocasionando à sobrecarga do coração, que pode levar à morte, quando não tratada. No Rio Grande do Sul, os hospitais de referência nessa área são o Hospital de Clínicas e a Santa Casa, ambos em Porto Alegre.

Imagens: