Notícias Notícias

Voltar

2018: o ano em que a família da Rosa-Correa dobrou de tamanho

primeiro bebê do ano

2018: o ano em que a família da Rosa-Correa dobrou de tamanho

O Ano Novo mal tinha dado o ar da graça e uma dupla muito especial começou a dar sinais de que chegaria antes do previsto. A família, moradora do bairro Jóquei Clube estava reunida para comemorar o aniversário do pai, Marcelo Corrêa, quando, pouco antes da meia-noite, a mamãe Diuliane da Rosa Barbosa , 18 anos, começou a sentir dores.

- Esperei até 5h, quando fui até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e, na sequência, fui levada para o HUSM. Ninguém esperava. As meninas nasceram com 35 semanas, estavam previstas para início de fevereiro – recorda a mãe ao elogiar o comportamento das pequenas que já mamam no peito e dormem com tranquilidade.

Lorena e Valentina vieram ao mundo, pouco antes das 9h do dia 1º de janeiro de 2018 e foram os primeiros bebês do ano na cidade. Lorena nasceu às 8h40min e Valentina, cinco minutos depois. A mais nova tem 10 gramas e meio centímetro a mais que a irmã. Diuliane conta que, apesar de chegar com seis dedos de dilatação, teve que fazer cesariana, pois as meninas estavam sentadas, de frente uma para outra e com a mão unidas. Posição que as duas reproduzem toda vez que saem do berço e são colocadas frente a frente na cama (veja foto).

A família de Diuliane e Marcelo – literalmente – dobrou de tamanho da noite para o dia. No último dia de 2017 ano eram dois e no primeiro dia do Ano Novo passaram a quatro pessoas. Nem os pais nem a avó sabem explicar como se deu a gestação gemelar, já que é a primeira gravidez de Diuliane e não há casos de gêmeos nas famílias.

- Eu achava que era um menino. Quando estava com cinco meses de gestação, fiz um ultrassom, descobri que eram duas meninas. Foi um susto. Agora ficou emocionada de ver as duas juntinhas – recorda a mãe, que escolheu os nomes junto com o pai.

Imagens: