Notícias Notícias

Voltar

Mutirão Ebserh Solidária, promovido pelo HUSM, acolheu crianças de três escolas públicas em Agudo

saúde e solidariedade

Mutirão Ebserh Solidária, promovido pelo HUSM, acolheu crianças de três escolas públicas em Agudo

Na sexta-feira, dia 10, parte dos médicos pediatras do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM) viajaram até o município vizinho de Agudo, há 70 quilômetros para realizar o Ebserh Solidária. A proposta do mutirão idealizado pela sede é levar atendimento de saúde para populações desassistidas, ao invés de fazer essas comunidades deslocarem até o hospital.

Crianças de três escolas foram atendidas no hospital municipal nas três estações montadas para acolhida do grupo. Acompanhadas por professores, meninos e meninas de 6 a 14 anos, chegaram cedo.

Enquanto os estudantes participavam de atividade pedagógica na sala de espera, um a um eram chamados para a consulta com a enfermagem, momento em que foi feita a ficha de acolhimento e as crianças foram pesadas e medidas. Na sequência eram encaminhados para os dois consultórios de pediatria-geral e de neurologia, quando havia indicação. Foram realizados 37 acolhimentos, 37 consultas de enfermagem, 37 de pediatria-geral e 7 de neuropediatria. Também foram realizadas 37 ações educativas.

As crianças receberam doces e brinquedos. Segundo a superintendente do HUSM, Elaine Resener, o mutirão foi muito bem sucedido.

– Incluir o trabalho e a sensibilidade Social na dinâmica do dia a dia dos profissionais do HUSM, bem como em toda rede de hospitais EBSERH, vem ao encontro das necessidades vitais da sociedade e razão de ser do serviço e do servidor público. Parabéns e obrigada aos colegas e alunos do HUSM pela competente atuação técnico-científica, ético-moral, emocional-afetiva, enriquecida e coroada com êxito solidário na vizinha cidade de Agudo – afirmou.

O Ebserh Solidária contou com a atuação de residentes médicos e multiprofissionais.

- É bastante enriquecedor vivenciar essa realidade das pequenas comunidades. Favorece ainda mais as trocas que se faz entre assistência e ensino e, certamente, promove uma formação de profissionais com foco no Sistema Único de Saúde com todas as suas exigências e até dificuldades – afirmou Soeli Guerra, gerente de Atenção à Saúde.

Mutirão no país – A ação itinerante realizou mais de 7,5 mil atendimentos descentralizados em 22 estados e no Distrito Federal. Os tratamentos das pessoas atendidas, que necessitarem de demais procedimentos, serão continuados, tendo os hospitais da Rede Ebserh como referência. Foram oferecidos testes para sífilis e HIV, toque retal, exames de mama, testes de glicemia, exames oftalmológicos, ultrassonografias, eletrocardiogramas, aferição da pressão arterial, dentre outros. Também foram realizadas ações educativas com foco na prevenção de diversas doenças, orientação quanto à violência sexual, métodos contraceptivos, saúde mental, campanha antitabagismo, e mais.

Projeto Inspira - Á tarde, a superintendente do HUSM, Elaine Resener, participou da 5ª edição do Projeto Inspira – dia de integração entre detentas e seus filhos, promovido pela Polícia Federal com apoio da Superintendência de Serviços Penitenciários, Brigada Militar e Exército. Vinte e nove crianças passaram o dia ao lado das mães. Foi oferecido almoço, atividades lúdicas, apresentações culturais e distribuição de presentes. Os encontros são semestrais. Esse ano a quarta edição ocorreu no mês de maio, quando o HUSM ofereceu consultas pediátricas e oftalmológicas para os pequenos.

Na sexta-feira, dia 10, durante a segunda etapa de acompanhamento de saúde, o HUSM fez a entrega de presentes para os filhos das apenadas, em comemoração ao Dia das Crianças, quando o hospital realizou uma campanha de arrecadação de brinquedos.

 

Imagens: