Notícias Notícias

Voltar

Cursos em parceria com ESAF geram resultados positivos na gestão de risco do HUWC e da MEAC

TROCA DE CONHECIMENTOS

Cursos em parceria com ESAF geram resultados positivos na gestão de risco do HUWC e da MEAC

Representantes da Gerência Administrativa do Complexo Hospitalar da UFC participaram de dois cursos promovidos pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), do Ministério da Fazenda, no mês de maio, por meio de uma parceria entre o órgão e os HUs.

Os cursos foram “Aplicação de Penalidade em Contratos Administrativos”, ministrado pelo procurador federal Philippe Magalhães Bezerra, e “Gestão de Risco nas Contratações Públicas, Instrução Normativa n° 5 – Teoria e Prática”, ministrado pelo gerente de Recursos Logísticos da Superintendência do Ministério da Fazenda, Marcelo Gaspar Thiers.

“Nós já tínhamos as instruções sobre a criação de um mapa de risco, mas o curso nos proporcionou conhecimento prático”, afirma Fernanda Chrystine do Rego Barros de Almeida Silva, chefe da Divisão Administrativa Financeira do Complexo Hospitalar. Segundo Rochelle Goncalves de Souza, chefe da Unidade de Contratos dos HUs, um dos pontos altos dos cursos foi a troca de experiências entre as várias instituições que participaram.

“Tivemos a oportunidade de entender que as nossas dificuldades não são unicamente nossas e discutimos maneiras de melhorar os nossos sistemas”, conta Rochelle. A gestora afirma que essa troca pode representar uma futura mudança de cultura dos hospitais em relação à área de sanções e gestão de risco. O aprendizado que Fernanda e Rochelle adquiriram já está sendo posto em prática e gerando resultado com a criação dos mapas de risco de unidades como contratos e compras.

Durante a realização do curso, a norma operacional de fiscalização de contratos elaborada pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi bastante elogiada pelos professores e utilizada como exemplo para que representantes de outros órgãos elaborem suas normas baseadas nela, por causa do nível de detalhamento e da objetividade da minuta.