Notícias Notícias

Voltar

Complexo Hospitalar da UFC entra em campanha contra a corrupção

CONSCIENTIZAÇÃO

Complexo Hospitalar da UFC entra em campanha contra a corrupção

Os Hospitais Universitários da UFC, seguindo orientação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), aderiu à campanha “Pequenas Corrupções – Diga Não”. Criada pela Controladoria-Geral da União (CGU), a campanha contra a corrupção da Ebserh é voltada para a realidade dos hospitais universitários federais geridos pela estatal, vinculada ao Ministério da Educação.

O objetivo principal é conscientizar os cidadãos para a necessidade de combater atitudes antiéticas – ou até mesmo ilegais –, que costumam ser culturalmente aceitas e ter a gravidade ignorada ou minimizada.

As peças buscam chamar a atenção e promover a reflexão sobre práticas comuns no dia-a-dia dos brasileiros, como: pegar medicamentos ou materiais do local de trabalho para uso pessoal; trocar receita médica sem examinar o paciente; sentar em lugar reservado a pessoas com necessidades especiais; apresentar atestado médico falsificado; bater o ponto para o colega de trabalho; deixar de cumprir a carga horária; entre outras.

Para mobilizar as pessoas que trabalham ou são atendidas no Hospital Universitário Walter Cantídio e na Maternidade Escola Assis Chateaubriand, a Unidade de Comunicação Social do Complexo Hospitalar da UFC vai divulgar a campanha. Cartazes e banners vão ser afixados nas áreas de maior fluxo dos dois hospitais, além de inserções online nos sites. Na página dos HUs no facebook, durante 1 mês serão veiculadas peças alertando contra a corrupção. “Nossa intenção é demonstrar que prezamos pela ética e cidadania, coibindo atitudes que desrespeitem ou prejudiquem a sociedade que precisa de nós”, explica o Gerente Administrativo dos Hospitais Universitários da UFC, José Augusto Siqueira de Campos. 

Unidade de Comunicação Social