Hospital Amigo da Criança Hospital Amigo da Criança

Hospital Amigo da Criança

Desde que foi lançada pelo Unicef e pela Organização Mundial de Saúde em 1991, a Iniciativa Hospital Amigo da Criança tem crescido e conta com mais de 20 mil hospitais credenciados em mais de 156 países. O objetivo é promover, proteger e apoiar o aleitamento materno, mobilizando os funcionários das unidades de saúde para que mudem condutas e rotinas responsáveis pelos elevados índices de desmame precoce.

A Maternidade Climério de Oliveira está credenciada como Hospital Amigo da Criança desde 1996 e de lá pra cá só vem aprimorando seu trabalho juntos às grávidas. A unidade possui uma política de aleitamento materno escrita e rotineiramente é transmitida a toda equipe de cuidados de saúde, que passa sempre por capacitações para as práticas necessárias. Na unidade, todas as gestantes são informadas sobre os benefícios e o manejo do aleitamento materno, além de receberem ajuda para iniciar o aleitamento já na primeira meia hora após o nascimento do bebê.

Para as mães de bebês prematuros, a MCO conta ainda com o Banco de Leite Humano (BLH), o primeiro de Salvador. O BLH atende aos recém-nascidos prematuros e/ou doentes internados na UTI da unidade que não podem ser amamentados pelas próprias mães. Por dia, são consumidos cerca de 1,5 litro de leite humano na unidade.

A amamentação é essencial para a vida de qualquer criança, mas para prematuros, este contato é ainda mais importante. O leite materno nutre, auxilia no crescimento e desenvolvimento, além de facilitar a formação do vínculo entre mãe e bebê – um dos aspectos mais importantes para o recém-nascido prematuro.

Categoria Ouro

O Banco de Leite Humano (BLH) da Maternidade Climério de Oliveira recebeu o Certificado de Excelência em Bancos de Leite, na Categoria Ouro, que reconhece o padrão de qualidade do serviço. O prêmio, concedido pelo Programa Iberoamericano de Bancos de Leite Humano com o patrocínio da Coordenação Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz, é entregue aos bancos que seguem padrões nacionais no manejo do aleitamento, levando em consideração a coleta, pasteurização e distribuição. A unidade recebeu 93 pontos, garantindo-lhe o título.