Notícias Notícias

Voltar

MEAC comemora 20 anos da implantação do Método Canguru

COMEMORAÇÃO

MEAC comemora 20 anos da implantação do Método Canguru

Fortaleza, 17 de setembro de 2018 - Nesta quarta-feira (19/09), às 8h, na Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), profissionais, mães, pais, bebês e ex-pacientes vão celebrar os 20 anos de uma das mais importantes políticas públicas da saúde da mulher e da criança na instituição, o Método Canguru. O encontro contará com a presença da consultora da Coordenação Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Dra. Luiza Geaquinto Machado.

O Canguru incentiva o cuidado com o recém-nascido para além da necessidade biológica, pois reconhece a importância do vínculo da família no desenvolvimento do bebê. A chefe da Unidade Canguru da MEAC, a neonatologista Rosalina Araújo, ressalta que essa “filosofia” começa no pré-natal. “Costumamos dizer que aqui somos todos canguru. Desde o acolhimento da mãe na recepção até a alta do bebê, o cuidado integral e humanizado tem os dois como prioridade no nosso atendimento”, afirma, complementando que o método Canguru não se resume à posição do bebê pele a pele na mãe.

Antes mesmo do bebê nascer, a mãe atendida na MEAC recebe todas as informações para uma gestação e um parto seguros. É esclarecida, entre outros pontos, sobre a importância da amamentação na primeira meia hora após o nascimento e do contato pele a pele para o equilíbrio da temperatura do bebê e fortalecimento do laço entre os dois. A livre escolha do acompanhante para o momento do parto também faz parte das recomendações do Canguru. Isso passa mais segurança para a mãe, que repercute no nascimento mais tranquilo.  

A dona de casa Silvia Regina foi mãe pela 3ª vez aos 42 anos. Odilon Filho nasceu prematuro, com 35 semanas de gestação. Ele teve que ficar 3 dias internado na UTI, devido ao baixo peso e imaturidade dos pulmões. Depois, o bebê foi encaminhado para a Unidade Canguru. “Quando avisaram que meu filho teria que ficar no hospital, fiquei tensa, pensando na separação. Mas aí soube que iria permanecer ao lado dele e fiquei bastante feliz, pois assim acompanharia de perto o seu desenvolvimento”, conta. Ela se diz muito satisfeita com o cuidado recebido. “Estou no paraíso. Esse lugar é muito aconchegante e os funcionários são acolhedores, atenciosos e responsáveis”, completa.

                A MEAC possui 5 leitos na Unidade Canguru, onde a mãe volta a se internar no hospital para ajudar na melhora do bebê. O atendimento se estende às enfermarias, onde a equipe realiza rodas de conversa com mães e acompanhantes, ao banco de leite e ao ambulatório para gestação de alto risco. O método Canguru é um dos fatores que levaram a MEAC a ser reconhecida pelo Ministério da Saúde como o primeiro Centro de Apoio às Boas Práticas de Parto e Nascimento do país. A maternidade é também instituição capacitadora de profissionais no método, formando turmas de diferentes centros de sáude.

Saiba mais:

Benefícios do Método Canguru

  • Menor tempo de internação do bebê
  • Oxigenação adequada
  • Aumento da temperatura do corpo e estabilidade
  • Menos episódios de apneia – paradas respiratórias durante o sono
  • Diminuição do choro
  • Aumento do aleitamento materno
  • Aumento do vínculo pai-mãe-bebê-família
  • Diminuição do tempo de separação pai-mãe-bebê-família
  • Melhor relacionamento família/equipe            
  • Estimulação sensorial positiva
  • Diminuição de infecção hospitalar
  • Controle e alívio da dor
  • Acolhimento ao bebê e sua família
  • Respeito às individualidades
  • Promoção do contato pele a pele precoce

Fonte: www.saude.gov.br

Programação:

Quarta (19/09), a partir das 8h, na MEAC (Rua Coronel Nunes de Melo, s/n, Rodolfo Teófilo.

  • Abertura com autoridades
  • Apresentação do Ministério da Saúde sobre Método Canguru
  • Apresentação “Nasce um Bebê”
  • Vídeo “Somos todos Canguru”
  • Homenagens
  • Gincana #somostodoscanguru
  • Cordel
  • Brunch

prematuridade