Notícias Notícias

Voltar

MEAC divulga Relatório Institucional Assistencial de 2016

Lançamento

MEAC divulga Relatório Institucional Assistencial de 2016

Em 2016, foram realizados, entre outros procedimentos, 5.163 partos, 23.130 atendimentos na Emergência e 23.219 exames ultrassonográficos, por exemplo.

Números positivos que impressionam, implementação de novos serviços e práticas de gestão que contribuem para a evolução da assistência prestada. Esses são alguns dos avanços que a Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC) vivenciou em 2016. Os dados estão descritos em 207 páginas do Relatório Institucional Assistencial que você acessa clicando aqui.

No documento, que também teve alguns exemplares impressos, as unidades que compõem a Gerência de Atenção à Saúde, além da Unidade de Comunicação Social e da Ouvidoria, fazem uma autoanálise de seu desempenho por meio de indicadores claros. Em 2016, foram realizados, entre outros procedimentos, 5.163 partos, 23.130 atendimentos na Emergência e 23.219 exames ultrassonográficos, por exemplo. Foram atendidos 5.196 recém-nascidos no serviço de Neonatologia e A Unidade de Atenção à Saúde da Mulher registrou 55.676 consultas médicas ambulatoriais e 32.721 consultas multiprofissionais.

Para o Diretor de Atenção à Saúde da Ebserh, Cláudio Saab, a iniciativa do organizador, Carlos Augusto Alencar Junior, é de grande valia, visto que demonstra a toda população os objetivos e conquistas da referida Universidade/Maternidade. "Verifica-se do mesmo que a real importância dos Hospitais da rede Ebserh são a assistência prestada à população, na sua melhor forma. E, com o presente relatório, verificamos que o mesmo está atingindo o objetivo final, qual seja a prestação assistencial à população, com qualidade. Vislumbramos a força de vontade e trabalho dos participantes e co-participantes, tanto do presente, quanto das ações assistenciais realizadas no hospital", destacou.

O relatório também comemora o reconhecimento da MEAC como o primeiro Centro de Apoio às Boas Práticas em Obstetrícia e Neonatologia pelo Ministério da Saúde (MS), a classificação do Banco de Leite Humano como Padrão Ouro pelo quarto ano consecutivo, pela Fundação Osvaldo Crus (FioCruz), a inclusão do hospital na Rede Sentinela, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e ratificação como Hospital Amigo da Criança. Títulos que honram o trabalho diário de promoção da humanização do parto e dos cuidados ao recém-nascido.

Com esta publicação, a Gerência de Atenção à Saúde (GAS) pretende prestar conta das atividades desenvolvidas, avalia o gerente, Carlos Augusto Alencar Júnior, organizador do relatório. “Essa transparência vem possibilitando a gestão participativa, uma vez que, cientes dos caminhos que vêm sendo traçados para a melhoria contínua da instituição, torna-se possível a construção coletiva das ações que têm levado a Maternidade à excelência da gestão, por meio da incorporação de sugestões e da discussão de possíveis oportunidades de melhorias, subsidiando a gestão no seu exercício, realimentando o processo de planejamento”, completou.  

 

Conheça alguns dos principais números da MEAC em 2016:

Assistência:

Foram realizados 11.012 internamentos.

Na emergência houve 23.130 atendimentos.

A Unidade de Atenção à Saúde da Mulher registrou 55.676 consultas médicas ambulatoriais, uma média de 4.640 por mês, e 32.721 consultas multiprofissionais.

A Unidade de Reabilitação realizou 49.833 atendimentos de Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Fonoaudiologia.

O Serviço de Medicina Materno-Fetal realizou 7.941 consultas médicas, 2.616 de Enfermagem, 261 consultas da Nutrição e 260 da Psicologia.

O número de atendimentos no ambulatório de Psiquiatria saltou de 1.167 em 2015 para 2.479 em 2016.

Foram realizados 23.219 exames ultrassonográficos.

Foram servidas 357.358 refeições a pacientes, acompanhantes, funcionários, estudantes e mães com bebês internados na neonatologia.

O ambulatório de Mastologia realizou 371 cirurgias patológicas.

Os colegiados da Rede Cegonha reuniram-se 42 vezes durante o ano.

O Serviço de Anestesiologia chegou a 35 médicos anestesiologistas que realizaram 5.624 anestesias em 2016.

O número de transfusões de hemocomponentes caiu para 1.538 com a implementação de novos protocolos.

 

Ensino e Pesquisa:

Foram aprovados 138 projetos de pesquisa para serem desenvolvidas no ano.

O corpo docente contou com 61 professores.

Os colaboradores da MEAC participaram de 300 congressos nacionais e internacionais.

Foram produzidos e publicados mais de 20 artigos científicos e mais de 10 capítulos de livros.

Ocorreram 76 visitas técnicas de nível superior à MEAC.

Estagiaram na MEAC 1.450 alunos de graduação e 96 residentes.