Notícias Notícias

Voltar

Residência Médica do Complexo Hospitalar da UFC forma 106 novos médicos especialistas

CERIMÔNIA EMOCIONANTE

Residência Médica do Complexo Hospitalar da UFC forma 106 novos médicos especialistas

Gratidão, carinho e reconhecimento. Foi esse o tom da cerimônia de formatura dos concludentes dos programas de Residência Médica do Complexo Hospitalar da UFC na manhã dessa quinta-feira, 9 de fevereiro, no auditório do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Ceará). A cerimônia reuniu 106 residentes de 32 especialidades e cerca de 80 convidados, entre familiares dos formandos, professores e gestores do Hospital Universitário Walter Cantídio, da Maternidade-Escola Assis Chateaubriand e da Universidade Federal do Ceará. 
 
O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC, Professor Antônio Gomes de Souza Filho, representando o Reitor da Universidade, Professor Henry de Holanda Campos, reforçou a importância da especialização na formação profissional. “O Hospital Universitário Walter Cantídio e a Maternidade-Escola Assis Chateaubriand são equipamentos dos mais importantes para a formação especializada dos médicos que graduamos na Universidade. Temos certeza de que os anos da Residência marcaram a vida de cada um não só profissional, mas também pessoalmente. Sejam felizes”, acrescentou o Pró-Reitor.
 
Em 2017, como forma de reconhecer a qualidade técnica dos trabalhos de conclusão de curso (TCCs) apresentados ao longo desta produtiva semana de trabalho, a Residência Médica do Complexo Hospitalar da UFC premiou as melhores apresentações orais de TCCs em três distintas categorias: Prêmio Prof. Dr. Ronaldo de Albuquerque Ribeiro (Categoria Materno-infantil), conquistado pela formanda Samille Maria Albuquerque Maia, da Pediatria; Prêmio Prof. Dr. Otoni Cardoso do Vale (Categoria Clínica Médica e Especialidades), recebido pelo formando Diego Ximenes Soares, da especialidade Radiologia e Diagnóstico por Imagem; e Prêmio Prof. Dr. João Barbosa Pires de Paula Pessoa (Categoria Cirurgia e Especialidades), que foi para Bruno Mendes Segunda, da Cirurgia de Cabeça e Pescoço.
 
Premiações
 
Também foram premiados os três melhores trabalhos no formato “pôster”. Foram reconhecidos os residentes Mayra Cavalcante Gazelli, da Medicina Fetal, na categoria Materno-infantil; Cláudio Manuel Gonçalves da Silva Leite, da Psiquiatria, em Clínica Médica e Especialidades; e Lucas Parente Alencar, da Cirurgia Geral, na categoria Cirurgia e Especialidades. Os residentes receberam certificados das mãos de familiares dos professores homenageados. Por sua vez, os familiares receberam placas de homenagem dos concludentes.
 
“Foi uma forma que a coordenação da Residência Médica encontrou de fazer uma homenagem póstuma a esses queridos e inesquecíveis professores, que tanto contribuíram para o ensino, a pesquisa e a assistência nos HUs”, disse a Dra. Annya Costa Araújo de Macedo Goes, chefe da Unidade de Residência Médica do Complexo Hospitalar da UFC. Além da Dra. Annya e do Professor Antônio Gomes, compuseram a mesa de honra o Professor Manoel Oliveira Filho, coordenador do Curso de Medicina da UFC, representando a Professora Valéria Goes Ferreira Pinheiro, diretora da Faculdade de Medicina; a Dra. Josenília Maria Alves Gomes, gerente de Atenção à Saúde do HUWC; o Dr. Carlos Augusto de Alencar Júnior, gerente de Atenção à Saúde da MEAC; e o Dr. Renan Magalhães Montenegro Júnior, gerente de Ensino e Pesquisa do Complexo Hospitalar da UFC. 
 
Orador
 
Um dos momentos mais emocionantes da solenidade foi o discurso do orador da turma, o agora cirurgião de Cabeça e Pescoço, Bruno Mendes Segundo. “Ser médico é não se conformar com a passividade. É perceber que por mais que no fim tenhamos de aceitar a derrota, jamais será uma opção a cada um de nós voltarmos para casa e nos deitarmos sem ter lutado ou, ao menos, consolado os que tombam em nossas mãos e os que ficam com toda a dor e a saudade de um ente querido. Somos combatentes por natureza... Depois de tanto tempo nós já não somos as mesmas pessoas. Em parte, a residência se trata disso: nos moldar em algo maior que um sonho. Destruir medos, construir uma realidade, fazer de nós profissionais”, discursou, emocionado.
 
A Residência Médica do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará funciona desde 1960. Inicialmente, com as áreas básicas de Clínica Médica, Cirurgia, Obstetrícia e Ginecologia e Pediatria. Em 2017, a Resmed completará 57 anos de atuação, com 32 programas e 14 áreas de atuação credenciadas. 

Galeria de Fotos - Clique aqui!