Rede Cegonha Rede Cegonha

Rede Cegonha

No âmbito do Sistema Único de Saúde, a Rede Cegonha consiste numa rede de cuidados que
visa assegurar à mulher o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada à gravidez,
ao parto e ao puerpério, bem como à criança o direito ao nascimento seguro e ao desenvolvimento
saudável.


Tem como principal objetivo a implantação de um novo modelo de atenção à saúde da mulher
e da criança com foco na atenção ao parto e nascimento e ao desenvolvimento da criança de zero
aos vinte e quatro meses, reduzindo a mortalidade materna e infantil, com ênfase no componente
neonatal.


Desse modo, com uma atuação de destaque no Projeto Rede Cegonha do Ministério da Saúde,
a MEAC, foi escolhida, em 2013, após concorrer com 16 maternidades do Brasil, para ser preparada
para ser Centro de Apoio às Boas Práticas na atenção obstétrica e neonatal da Rede Cegonha. Os
Centros de Apoio terão como missão estimular a qualificação do cuidado e da gestão em saúde
através de relações colaborativas com outros serviços. Este processo implica na corresponsabilização
de todos os envolvidos: profissionais de saúde, gestores, apoiadores e usuários.


A partir da identificação de experiências expressivas no território brasileiro, a MEAC,
assim como as outras 5 maternidades escolhidas, foi indicada pelos apoiadores do Ministério da
Saúde (MS) por atender a critérios como: ser 100% SUS, atender pacientes de risco habitual e alto
risco, pelo comprometimento dos gestores locais e das equipes com o processo de mudança no
modelo de gestão e atenção ao parto e nascimento, por oferecer ambiência adequada, acolhimento
e privacidade às mulheres e seus acompanhantes, por ter enfermeiros obstetras realizando parto
normal, por realizar mais de 1000 partos/ano, por ter implantado o Acolhimento e Classificação de
Risco e por realizar assistência humanizada às mulheres vitimas de violência e abortamento.


Nesse contexto, todas as diretrizes sugeridas foram implantadas e são acompanhadas por
indicadores de qualidade, os quais alcançaram excelentes patamares de avaliação.


Assim como a MEAC, outras 5 maternidades também estão sendo preparadas para Centros de
Apoio da Rede Cegonha como o Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Nazaré (Boa Vista – RR),
Hospital Risoleta Neves (Belo Horizonte – MG), Hospital da Universidade Federal do Maranhão (São
Luiz – MA), Maternidade Balbina Mestrinho (Manaus – AM) e Maternidade Dona Regina ( Palmas –
TO).