Notícias Notícias

Voltar

Governo do Amazonas busca parceria com o Hospital Universitário da Ufam

Cooperação

Governo do Amazonas busca parceria com o Hospital Universitário da Ufam

Governador visitou HUGV a fim de avaliar colaboração do hospital ao Plano Emergencial na Saúde

Manaus (AM) – Na manhã desta quinta-feira, 18, o Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas (HUGV-Ufam) recebeu a visita do Governador Interino do Estado do Amazonas. David Almeida esteve no hospital com o objetivo de conhecer a estrutura e avaliar como seria a colaboração do HUGV ao Plano Emergencial na Saúde, lançado na última quarta-feira, 17.

O novo programa buscará mecanismos para diminuir filas para cirurgias, exames e consultas, além de tratar do abastecimento de medicamentos e de outras questões pontuais relacionadas à saúde pública no Amazonas. Segundo o superintendente do HUGV, Rubem Alves, a unidade filiada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) está de portas abertas ao diálogo.

“O governador veio verificar nossa situação de estrutura e mostramos a ele que, apesar de não estarmos ainda com nossa capacidade total instalada, vamos ajudar. Na medida em que o Governo do Estado nos proporcione condições, em parceria, de realizar estas cirurgias, estaremos de portas abertas”, esclareceu Alves.

David Almeida ressaltou a importância do HUGV para o plano emergencial, por ser uma das mais importantes unidades de referência no estado, especialmente em média e alta complexidade. “Viemos buscar uma parceria para que possamos utilizar a estrutura deste hospital, para que possamos ajudar à população, diminuindo as filas nas consultas, exames e cirurgias. Neste momento, estamos em adiantadas tratativas com o hospital”, afirmou o governador. 

Acompanharam a visita o secretário estadual de Saúde, Vander Alves, o diretor do Hospital Universitário Francisca Mendes, Pedro Elias, e o deputado estadual Ricardo Nicolau.

Sobre a Ebserh

Desde novembro de 2013, o HDT-UFT é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação, que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Com informações do HUGV-Ufam