Relatos de Quem Cuida Relatos de Quem Cuida

O projeto “Relatos de quem cuida” apresenta histórias de atendimentos de saúde marcantes na vida dos colaboradores (funcionários, estudantes, residentes, professores) dos hospitais da Rede Ebserh. É o trabalho de pessoas que se dedicam para mudar a vida de quem mais precisa!

Voltar

“Cuidar é tratar o outro como gostaríamos de ser tratados”

Relatos de quem cuida

“Cuidar é tratar o outro como gostaríamos de ser tratados”

Imagem

Estou no Hospital Universitário de Sergipe (HU-UFS) há 26 anos. Temos dois processos de trabalho: um é o hospedar, que cuida do corpo; e o outro é o acolher, que cuida da alma. Para mim, cuidar é tratar o outro como gostaríamos de ser tratados. Foi pensando nisso que desenvolvemos algumas ações, que não são casuais e fazem parte do nosso processo de trabalho.

A ação “Celebrar a Vida” acontece quando a data do aniversário do paciente coincide com o período em que ele está internado. São comemorações feitas com música e violão, lembrancinha, cartão de aniversário e decoração da enfermaria. O Celebrar a Vida traz uma contribuição terapêutica, por minimizar os sentimentos de angústia, isolamento, fragilidade física e emocional decorrentes da internação.

Uma paciente que me marcou muito foi uma menina que fez 15 anos. A mãe se emocionou bastante porque, até então, aquela debutante nunca havia tido uma festa de aniversário. Essa paciente continua fazendo tratamento ambulatorial e todaa as vezes que vem ao HU nos faz uma visita, quer nos dar um abraço, e comenta que a foto daquele aniversário no hospital está exposta na sala da casa dela. Isso não tem preço. Foi uma paciente que se sentiu valorizada e é grata até hoje.

Além do “Celebrar a Vida”, temos o Sábado com HUmanização, que é realizado todo último sábado de cada mês e fez um ano em setembro de 2017. O Sábado com HUmanização foi criado para levar lazer para pacientes, acompanhantes e até para colaboradores. É muito gratificante, temos depoimentos de pacientes agradecendo, é maravilhoso de ver e eu me emociono cada vez que participo.

Todos da minha equipe e os meus parceiros brincam, dançam, cantam e certamente diminuem a dor de quem está internado. Mais gratificante ainda é quando profissionais da própria equipe, como assistentes sociais e psicólogos, relatam que ouviram de pacientes palavras de gratidão por aquele momento.

Suze Cley Feitosa

Chefe do Setor de Hotelaria Hospitalar

Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe

Sobre a Ebserh

Desde outubro de 2013, o HU-UFS é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 40 hospitais universitários federais. O objetivo da Rede Ebserh é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.