Relatos de Quem Cuida Relatos de Quem Cuida

O projeto “Relatos de quem cuida” apresenta histórias de atendimentos de saúde marcantes na vida dos colaboradores (funcionários, estudantes, residentes, professores) dos hospitais da Rede Ebserh. É o trabalho de pessoas que se dedicam para mudar a vida de quem mais precisa!

Voltar

“São pequenos guerreiros que lutam pela vida todos os dias”

Relatos de quem cuida

“São pequenos guerreiros que lutam pela vida todos os dias”

Imagem

O dia a dia na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTI Neonatal) do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap) é bastante dinâmico. Há dois anos recebi a oportunidade para fazer parte desta equipe e, desde então, cuido dos bebês recém-nascidos que precisam de cuidados intensivos, inclusive dos recém-nascidos prematuros.

São pequenos guerreiros que lutam pela vida todos os dias e necessitam de assistência humanizada, pautada de conhecimento técnico-científico. O cuidado integral e singular é imprescindível, tanto para eles quanto para suas famílias.

Vivenciei diversas situações dentro da UTI Neonatal e uma delas carrego em especial no coração. Em novembro de 2016, próximo do meu aniversário, recebemos um bebê prematuro, que nasceu com 28 semanas (7º mês de gestação), pesava 980 gramas e era um pouco maior que uma régua escolar, tinha 35cm. A mãe, uma jovem de cabelos encaracolados, falante, cheia de fé, que mesmo com lágrimas nos olhos e o coração apertado de uma “mãe de UTI”, sempre tinha um sorriso para oferecer.

Os dias foram passando e o bebê cresceu e lutou bravamente, o vínculo do bebê com a mãe, o pai, o irmãozinho e a família com a equipe aumentaram a cada dia. Foram 53 dias de internação na UTI Neonatal do Humap e mais 16 dias na Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais (UCIN).

Passados dois meses e nove dias do nascimento, eles retornaram para casa, que fica no interior do Mato Grosso do Sul. Sempre que possível, no dia das consultas de retorno no ambulatório do Humap, a mamãe sorridente aproveita e leva o pequeno para nos visitar. E ela sempre diz: “jamais esquecerei todo o carinho, dedicação e força que deram para nós!”.

Me sinto abençoada por trabalhar num lugar que se preocupa com os pacientes e com as famílias.

Vanessa Giavarotti Taboza Flores

Enfermeira da UTI Neonatal do Humap

Concursada Ebserh desde 01/02/2016

Sobre a Ebserh

Desde dezembro de 2013, o Humap-UFMS é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.