Relatos de Quem Cuida Relatos de Quem Cuida

O projeto “Relatos de quem cuida” apresenta histórias de atendimentos de saúde marcantes na vida dos colaboradores (funcionários, estudantes, residentes, professores) dos hospitais da Rede Ebserh. É o trabalho de pessoas que se dedicam para mudar a vida de quem mais precisa!

Voltar

“Percebi o brilho nos olhos dos que sonham com dias melhores”

Relatos de quem cuida

“Percebi o brilho nos olhos dos que sonham com dias melhores”

Imagem

Sou odontólogo, “sansei” (neto de imigrantes japoneses), tenho 29 anos, e sou funcionário do Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD). Sempre tive interesse nesse tipo de atividade, o voluntariado em saúde. Já participei em conjunto com outras organizações e também por iniciativa própria, dando palestras de conteúdo social-sanitário-educativo em escolas.

Acredito que a trajetória que percorremos nos leva a desenvolver aptidões, gera conclusões e também desperta dúvidas. Nesta missão [Ebserh Solidária em Roraima]*, é a primeira em que me vejo como único representante de uma categoria profissional, a Odontologia, com uma tarefa orientada mais para a educação em saúde do que para a assistência à saúde. E trouxe desafios ainda maiores como idioma e cultura, além da sempre presente ansiedade.

Sou grato pela oportunidade única de poder participar de um grupo heterogêneo em formação, região de origem, ideologia, etnia e porquê não cultura, que traduz a nossa riqueza e diversidade como povo brasileiro. Oportunidade de poder ouvir e problematizar sobre a situação vivenciada próximo ao “centro do furacão”, que é esse movimento migratório nunca antes visto na América Latina em nosso tempo, dando o melhor de si e por vezes não correspondendo às próprias expectativas e do grupo, e sobretudo levar na memória todo o aprendizado.

A mim, muito me emociona, embora não transpareça, essa oportunidade de participar nesse momento de fluxo migratório, pois descendente de japoneses, neto de imigrantes, que hoje tem o respeito e a admiração da sociedade brasileira, sinto na pele o que um dia meus antepassados passaram quando aqui chegaram, 110 anos atrás.

Perceber a insegurança que carregam, o brilho nos olhos dos que sonham com dias melhores e a inocência anestesiada das crianças, isso tudo somado à sensação de doar-se ao próximo, nos satisfaz como seres humanos.

Nos é "regalado"* como presente, em todos os sentidos da palavra: gratificação de ser e estar neste tempo e nesta época. Domo arigatou gozaimasu!*

*Regalo = presente (tradução do espanhol)

*Domo arigatou gozaimasu! = muito obrigado (tradução do japonês)

Maurício Shimada
Odontólogo – HU-UFGD

Sobre a Ebserh

Desde setembro de 2013, o HU-UFGD faz parte da Rede Ebserh. Vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

Criada em dezembro de 2011, a empresa administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações em todas as unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

*Saiba mais sobre a ação Ebserh Solidária em Roraima, com atendimentos de saúde a imigrantes venezuelanos.